sábado, 29 de julho de 2006

Cifras de Caetano Veloso

Algumas músicas

A filha da Chiquita Bacana
A luz de Tieta
A outra banda da terra
A rã
A tua presença morena
Aboio
Alegria, alegria
Alexandre
Alguém cantando
Alguém me avisou
As coisas
As curvas da estrada de Santos
Atrás do Trio Elétrico
Avarandado
Ay amor
Baby
Baião atemporal
Baião da Penha
Beleza pura
Body and soul
Cabelos brancos
Cajuína
Cálice
Canção de amor
Canto de um povo de um lugar
Capullito de Alelí
Carolina
Céu de Santo Amaro
Chuva, suor e cerveja
Chuvas de verão
Ciclo
Cidade maravilhosa
Cinema novo
Circuladô de fulô
Cobra coral
Comeu
Como dois e dois
Como uma onda (Zen surfismo)
Contigo en la distancia
Coqueiro de Itapoã
Coração materno
Coração vagabundo
Dada
De noite na cama
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Desde que o samba é samba
Divino maravilhoso
Dom de iludir
Drama
Drão
É hoje
Eclipse oculto
Ela e eu
Elegia
Escândalo
Esse cara
Eu sei que vou te amar
Eu te amo
Felicidade
Fera ferida
Fina estampa
Flor do cerrado
Fora de ordem
Força estranha
Gatas extraordinárias
Gente
Guarde seu conselho
Haiti
Hora da razão
Iansã
Irene
Isso aqui, o que é?
Janelas abertas nº2
Jokerman
Kalu
La barca
Lealdade
Leãozinho
Lindeza
Lindonéia
Língua
London, London
Lua, lua, lua, lua
Lua de São Jorge
Lua e estrela
Luna rossa
Luz do sol
Madrugada e amor
Mãe
Magrelinha
Mansidão
Marinheiro só
Meia lua inteira
Mel
Menino Deus
Menino do Rio
Meu barracão
Meu bem, meu mal
Meu Rio
Milagres do povo
Mimar você
Minha voz, minha vida
Morena dos olhos d'água
Muitos carnavais
Na asa do vento
Nada
Não enche
Não identificado
Naquela estação
Negro amor (It's all over now, Baby Blue)
Neide Candolina
No tabuleiro da baiana
Noites do Norte
Nossa gente
Nosso estranho amor
Nua ideia
O ciúme
O conteúdo
O estrangeiro
O leãozinho
Ò meu pai
O quereres
Odara
Oração ao tempo
Os argonautas
Os passistas
Outras palavras
Panis et Circences
Partido alto
Pé do meu samba
Podres poderes
Qualquer coisa
Quando eu penso na Bahia
Queixa
Rapte-me Camaleoa
Recuerdos de Ypacaraí
Samba de verão
Sampa
Sete mil vezes
Shy Moon
Só vou gostar de quem gosta de mim
Sol negro
Sonhos
Sorte
Sorvete
Sou seu sabiá
Soy loco por ti, América
Sozinho
Superbacana
Tá combinado
Tarado
Tempestades solares
Tempo de estio
Terra
Tigresa
Todo errado
Tradição
Trampolim
Trem das cores
Trilhos urbanos
Tropicália
Two Naira Fifty Kobo
Um canto de afoxé para o Bloco do Ilê
Um frevo novo
Um índio
Un vestido y un amor
Vaca profana
Vai levando
Valsa de uma cidade
Vamo comer
Vampiro
Você é linda
Você é minha
Você esteve com meu bem
Você não entende nada
Você não me ensinou a te esquecer
Wait until tomorrow
Zera a reza

Veja também:

14 Bis
Agepê
Alceu Valença
Belchior
Benito Di Paula
Beth Carvalho
Cazuza
Chico Buarque
Clara Nunes
Djavan
Elis Regina
Fagner
Gal Costa
Gilberto Gil
Gonzaguinha
Joanna
João Bosco
Legião Urbana
Mamonas Assassinas
Maria Bethânia
Maria Creuza
Martinho da Vila
Milton Nascimento
Moraes Moreira
Oswaldo Montenegro
Paulinho da Viola
Raul Seixas
Rita Lee
Roberto Carlos
Secos e Molhados
Toquinho
Zé Ramalho

Você não me ensinou a te esquecer

Fernando Mendes
Você não me ensinou a te esquecer (1979) - Fernando Mendes - Interpretação: Caetano Veloso
Tom: Cm
Intro: Cm7  Ab7M  G7

Cm7     
Não vejo mais você faz tanto tempo
D7/C             
Que vontade que eu sinto
Fm7                   G7
De olhar em seus olhos ganhar seus abraços
Cm7 G5+/7 G7
E verdade eu não minto
2 verso
Cm7
E nesse desespero em que me vejo
D7/C
Já cheguei a tal ponto
Fm7                         G7
De me trocar diversas vezes por você
Cm7   C7
Só pra vê se te encontro
Fm7                    Bb7
Você bem que podia perdoar
G7                   Cm7
E só mais uma vez me aceitar
Fm7                      G7
Prometo agora vou fazer por onde
Cm7  C7
Nunca mais perde-la
Ab     Bb7                G7
Agora que faço eu da vida sem você
Cm7                   Fm7
Você não me ensinou a te esquecer
G7                  Cm7
Você só me ensinou a te querer
C7
E te querendo eu vou tentando te encontrar
Ab
Vou me perdendo
Bb7                         G7
Buscando em outros braços seus abraços
Cm7                        Fm7
Perdido no vazio de outros passos
G7                    Cm7
Do abismo em que  você se retirou
C7
E me atirou e me deixou aqui sozinho
Ab     Bb7                G7
Agora que faço eu na vida sem você
Cm7                  Fm7
Você não me ensinou a te esquecer
G7                  Cm7
Você só me ensinou a te querer
(Cm7)
E te querendo eu vou tentando me encontrar
repete o 2 verso (segue abaixo)
Cm7
E nesse desespero em que me vejo
D7/C
Já cheguei a tal ponto
Fm7                         G7
De me trocar diversas vezes por você
Cm7   C7
Só pra vê se te encontro
solo de violino no mesmo tom da introdução
Fm7                    Bb7
Você bem que podia perdoar
G7                   Cm7
E só mais uma vez me aceitar
Fm7                      G7
Prometo agora vou fazer por onde
Cm7  C7
Nunca mais perde-la
Ab     Bb7                G7
Agora que faço eu da vida sem você
Cm7                   Fm7
Você não me ensinou a te esquecer
G7                  Cm7
Você só me ensinou a te querer
C7
E te querendo eu vou tentando te encontrar
          Ab
Vou me perdendo
Bb7                         G7
Buscando em outros braços seus abraços
Cm7                        Fm7
Perdido no vazio de outros passos
G7                    Cm7
Do abismo em que  você se retirou
C7
E me atirou e me deixou aqui sozinho
Ab     Bb7                G7
Agora que faço eu na vida sem você
Cm7                  Fm7
Você não me ensinou a te esquecer
G7                  Cm7
Você só me ensinou a te querer
(Cm7)
E te querendo eu vou tentando me encontrar
          Ab
Vou me perdendo
Bb7                         G7
Buscando em outros braços seus abraços
Cm7                        Fm7
Perdido no vazio de outros passos
G7                    Cm7
Do abismo em que  você se retirou
C7
E me atirou e me deixou aqui sozinho
Ab     Bb7                G7
Agora que faço eu na vida sem você
Cm7                  Fm7
Você não me ensinou a te esquecer
G7                  Cm7
Você só me ensinou a te querer
(Cm7)
E te querendo eu vou tentando me encontrar

Você esteve com meu bem

Caetano Veloso
      Em7/5-
Você esteve com meu bem
      Em7/5-(A#)    A7    D7/13
O que foi       que ela falou
         D#7/9 Dm7/9
Diga a verdade sim
           G7/9
falou em mim
Em7    D#7/9+    Dm7  G7/13 G7/5+
 Ainda gosta de mim, hein?



C7+/9          D#7/9+       Em7/5-       A7
Ou será que esqueceu tanto amor que jurou
Dm7/9             G7/13
 Que a saudade morreu
C7M                    F#7/5-
quando o mal começou



F7M  
Se existe alguém,
  A#7/9          C7M            Em7  A7
e esse alguem é agora o que fui eu
  Dm7/9               Fm6
É bem cruel mas mesmo assim
C7M       Fm6
Diga a verdade sim

Você é minha

Caetano Veloso
C7M                        F#m  B7/9-
Desde o tempo em que você  anda--va

 Em              A7             Dm7  G7
Com quem não conhece os seus segre|--dos
Am7        Em
Que sem pensar
F7M       Fm7      Bm7  E7
Brinco de repetir
A#7M      A9
Você é minha
G#
Minha
  G7
E não desse aí

C7M                        F#m  B7/9-
Mas naquele tempo eu não sabi----a
 Em              A7        Dm7   G7
Que isso é que dissiparia tre|---va
Am7        Em
Em que o amor
F7M       Fm6      Bm7  E7
Lançou meu coração
A#7M      A9
Você é minha
Gm           C7/9-  Cm7/9  F7/13
Ninguém se atreva
A#7M       D#7/9       Am7     D7/9-
Porque nós dois  somos um time campeão
G7/13 G7/5+  Gm7  C7/9-

F7M
Você comanda
   D7/9-
Eu sigo e protesto
    Gm7        D7/9-   Gm7  D7/9-
Mas vamos onde ninguém vai
Gm7         A#m6
Amplos se espanta
    Am7       Dm6
O alcance do gesto
    Gm7                    F#º
Por terra é se a tenda não cai

F7M
Você me ensina
   Dm7
Eu finjo que aprendo
    Gm7        D7/9-      Gm7  D7/9-
Os truques da grana e do amor
Gm7        Am6
Ouve os batuques
    Am7          Fm6
Mas muitos se engana
Em7               A7        Dm7     G7/13
Quem crê que está lendo que adivinha

C7M                F#m  B7/9-
Hoje que você é a rai---nha
Em             A7             Dm7  G7
Do meu velho e vasto estranho reino
Am7     Em
Faço ecoar
F7M       Fm6      Bm7  E7
Os pontos cardeais
A#7M      A9
Você é minha
G#
Minha
  G7
E de ninguém mais

(instrumental) C7M F#m  B7/9- Em  A7  Dm7  
              G7 Am7  Em F7M   Fm6  Bm7  E7 A#7M  A9  G#  G7

C7M                        F#m  B7/9-
Eu próprio só aos poucos desfa---ço
Em            A7          Dm7  G7
As redes de enigmas desse la---ço
Am7       Em
Dentro de nós
F7M       Fm6   Bm7  E7
e a minha voz rediz
A#7M       A9
Você é minha

Un vestido y un amor

Caetano Veloso
E7+
Te vi
B/Eb                        C#m7
Juntabas margaritas del mantel
    F#m7      A/B             G#m7
Ya sé que te traté bastante mal
      C#m7                    F#m7
No sé si eras un ángel o un rubí
          A/B     A7+         A/B
O simplemente te vi

Te vi
Saliste entre la gente a saludar
Los astros se rieron otra vez
La llave de mandala se quebró
O simplemente te vi

G#m7         C#m7          A7+
Todo lo que diga esta de más
       A/B
Las luces siempre encienden
         G#m7
En el alma
              C#m7            A7+
Y cuando me pierdo en la ciudad
   E7+               A7+
Vos ya sabes comprender
  E7+                A/B
Es solo un rato no más
F#7          A/B      E7+     B/Eb
Tendría que llorar o salir a matar
  C#m7       (G#m7)       A7+
Te vi,     te vi,        te vi
    F#m7            A/B      E7+
Yo no buscaba a nadie y te vi

Te vi
Fumabas unos chinos en Madrid
Hay cosas que te ayudan a vivir
No hacías otra cosa que escribir
Y yo simplemente te vi

Me fui
Me voy de vez en cuando a algún lugar
Ya sé, no te hace gracia este país
Tenias un vestido y un amor
Yo simplemente te vi

Um canto de afoxé para o Bloco do Ilê

Caetano Veloso
Tom :E

E   F#m7   Gº
I...lê   aiê
              Eº         E/G#   E7
Como você é bonito de se ver
A7+   Am6  E/G#
I.....lê aiê
                  Eº         F#m7
Que beleza mais bonita de se ter
C#m7      F#7  C#m7
I.........lê aiê
      F#7          C#m7  F#7  C#m7   F#7
Sua beleza se transforma em você
C#m7      F#7  C#m7
I.........lê aiê
      F#7           F#m7    B7   A     E
Que maneira mais feliz      de viver

Two Naira Fifty Kobo

Caetano Veloso
F           C     F        C7/9 
No meu coração da mata gritou.   
     F    A#     C      A#  
  Pelé,       Pelé 
     F           C    F     C7/9  F  C  F  C7/9
Faz força com o pé na África 
   F           C     F         C7/9    F    A#    C   A# 
O certo é ser gente linda e cantar, cantar,   cantar 
   F        C     F      C7/9   F  C7  F   A#
O certo é fazendo música 
  F         C      F        C7/9     F  A#   C  A#
A força vem dessa pedra que canta Ita-     poã 
   F       C      F  A#  F  C7  F A#
Fala tupi, fala iorubá 
  F         A#    F           C7/9    F  A#      C  A#
É lindo vê-lo bailando ele é tão pierrô,    pierrô, 
F         C     F   C7/9   F
Ali no meio da rua, lá 

G   C
Oohh..

Trilhos urbanos

Caetano Veloso
C6(9)      D/C      C6(9)
O melhor o tempo esconde
      D/C    C6(9)
Longe muito longe
          D/C    Am7
Mas bem dentro aqui
D7(9)                 Db7M    C6(9)
Quando o bonde dava a volta   ali
C6(9)      D/C      C6(9)
No cais de Araújo Pinho
     D/C    C6(9)
Tamarindeirinho
      D/C    Am7
Nunca me esqueci
D7(9)                 Db7M        C6(9)
Onde o Imperador fez   xi...........xi
Eb6(9)    F/Eb   Eb6(9)
Cana doce Santo Amaro
      F/Eb   Eb6(9)
Gosto muito raro
         F/Eb   Cm7
Trago em mim por ti
F7(9)                   E7M        Eb6(9)
E uma estrela sempre a  lu..........zir
C6(9)      D/C      C6(9)
Bonde da Trilhos Urbanos
      D/C       C6(9)
Vão passando os anos
      D/C     Am7
E eu não te perdi
D7(9)               Db7M         C6(9)
Meu trabalho é te   tradu.........zir

Solo:
F7M  Em7   F7M  Em7
F7M  Em7  D7(9)   G7


C6(9)   D/C      C6(9)
Rua da Matriz ao Conde
        D/C    C6(9)
No trole ou no bonde
        D/C   Am7
Tudo é bom de ver
D7(9)          Db7M            C6(9)
São Popó do  Macule...............lê
C6(9)     D/C      C6(9)
Mas aquela curva aberta
        D/C   C6(9)
Aquela coisa certa
       D/C      Am7
Não dá  pra entender
D7(9)           Db7M         C6(9)
O Apolo e Rio   Suba.........é
Eb6(9)   F/Eb     Eb6(9)
Pena de pavão de Krishna,
   F/Eb    Eb6(9)
Maravilha  vixe
      F/Eb    Cm7
Maria mãe de Deus
F7(9)               E7M      Eb6(9)
Será que esses olhos são     meus?
C6(9)     D/C   C6(9)
Cinema transcedental
          D/C   C6(9)
Trilhos Urbanos, Gal
      D/C       Am7
Cantando o balancê
D7(9)                   Db7M         C6(9)
Como eu sei lembrar de    vo........cê

Todo errado

Caetano Veloso
Intro: F  C  G  C  G-C


                F
Eu não peço desculpas
              C
E nem peço perdão
                        G
Não, não é minha culpa
              C       G-C
Essa minha obsessão


                F
Já não agüento mais
               C                      G
Ver o meu coração como um vermelho balão
               F
Rolando e sangrando
              C       G-C
Chutado pelo chão


REPETE AS DUAS PRIMEIRAS ESTROFES


REFRÃO:
    G          F       C
Psicótico, neurótico, todo errado
 G            F       
Só porque eu quero alguém
     G                    F            C
Que fique vinte e quatro horas do meu lado
            F          G       C
No meu coração, eternamente colado
            F          G       C     G-C
No meu coração, eternamente colado


SOLO DE VIOLINO (ADAPTADO PARA VIOLÃO):

2X:
                        F
B|---13-13-13-13---12--15---13-10---|

                      C
B|---12-12-15--13—12--10--8---------|

                       G
B|-----------8---12-10-8---8--------|
G|---4-5-7-9-----------------7------|

                     C     G-C
G|---10-10-9-7---5-7-9--------------|


REPETE AS DUAS PRIMEIRAS ESTROFES

REFRÃO:
    G          F       C
Psicótico, neurótico, todo errado
 G            F       
Só porque eu quero alguém
     G                    F            C
Que fique vinte e quatro horas do meu lado
            F          G       C
No meu coração, eternamente colado
            F          G       C
No meu coração, eternamente colado
            F          G       C
No meu coração, eternamente colado
            F          G       C
No meu coração, eternamente colado

Tempo de estio

Caetano Veloso
E             B7
Quero comer, quero mamar
C#m        G#m   A
Quero preguiça, quero querer
F#/A#         B7       E
Quero sonhar, felicidade
           B7
É o amor, é o calor
C#m          G#m A
A cor da vida, é o verão
F#/A#       B7      E
Meu coração, é a cidade
Bm C#7   F#m  B7/13 B5+/7 Bm C#7 F#m  B7    E  A/E D/E C7+ A/B
Rio, eu quero tuas meninas, eu quero tuas meninas
E           B7           C#m         G#m
O rio está cheio de sol, Anges e Angelas
A          F#/A#       B7       E
Ninas e Lurdinhas e Sônias e Malenas,
            B7        C#m         G#m
Leilas e Patrícias e Lúcias e Teresas
A           F#/A#        B7     E
Glórias e Denises e luz eterna, Vera
Bm   C#7        F#m      B7          Bm C#7
Rio, tempo de estio, eu quero tuas meninas
  F#m    B7     E E7+/9 A7+ E/G# A7+ A/B
Eu quero tuas meninas
C#m           B7
Quero comer, quero mamar,
C#m       G#m    A
Quero preguiça, quero querer
F#/A#         B7     E
Quero sonhar, felicidade

Tarado

Caetano Veloso
Tom: Am

Am7                 D7/9
Gosto de ficar na praia deitado
Am7                 D7/9         G7+ Ab7+
Com a cabeça no travesseiro de areia
Am7                    D7/9
Olhando coxas gostosas por todo lado
Am7                     D7/9                G7+
Das mais lindas garotas e também das mais feias
 Ab7+                        G7+
Porque são todas gostosas sereias
Am7                       D7/9    Ab7+ C6/9
Do meu olhar de supremo tarado, tarado

Tá combinado

Caetano Veloso
  Bm7         E7            Bm7
Então tá combinado, é quase nada
         E7              A6     F#7
É tudo somente sexo e amizade.
    Bm7          E7          Bm7
Não tem nenhum engano nem mistério.
          E7               A6     F#7
É tudo só brincadeira e verdade.
  Em7        
Podemos ver o mundo juntos,
A7
Sermos dois e sermos muitos,
D7+                           Dm6
Nos sabermos sós sem estarmos sós.
 C#7              F#7
Abrirmos a cabeça
                         B7
Para que afinal floresça
                     Bm7
O mais que humano em nós.
   Bm7        E7             Bm7
Então tá tudo dito e é tão bonito
         E7               A6     F#7
E eu acredito num claro futuro
   Bm7        E7         Bm7
de música, ternura e aventura
          E7                A6     F#7
Pro equilibrista em cima do muro.
   Em7
Mas e se o amor pra nós chegar,
   A7
De nós, de algum lugar
    D7+                        Dm6
Com todo o seu tenebroso esplendor?
   C#m7                 F#7
Mas e se o amor já está,
                         B7
se há muito tempo que chegou
             Bm7
E só nos enganou?
  Bm7          E7               Bm7
Então não fale nada, apague a estrada
    E7              A6       F#7
Que seu caminhar já desenhou
   Bm7        E7          Bm7
Porque toda razão, toda palavra
     E7                   A6   
Vale nada quando chega o amor...

Sonhos


Inspirado num episódio vivido por Peninha, “Sonhos” foi composto ao violão, quase de sopetão — “como um tijolo”, conforme suas palavras —, durante uma madrugada. Formam a melodia seqüências de uma frase musical que tem como base duas notas, na primeira parte, e um movimento descendente, na segunda.

Sobre esta singela melodia foram distribuídos versos assimétricos, que descrevem o momento em que a namorada do autor, que ele julgava ser o seu grande amor, confessa-lhe sua paixão inesperada por outra pessoa — “Quando a canção se fez mais forte, mais sentida / (...) / você veio me falar dessa paixão inesperada / por outra pessoa...”

Então, em vez de revoltar-se, o poeta adota uma atitude de renúncia e esperança, que culmina em um segundo sonho: “Mas não tem revolta, não / eu só quero que você se encontre / saudade até que é bom / (...) / tenho um sonho em minhas mãos / amanhã será um novo dia / certamente eu vou ser mais feliz.”

Na época, Peninha temia a possibilidade de ser dispensado da PolyGram, que sofrera uma mudança na diretoria. Porém, quando o novo produtor, Roberto Livi, ouviu “Sonhos” gostou de saída, propondo a gravação na semana seguinte do que seria o segundo compacto de Peninha. Foram necessários alguns meses para que a música se convertesse numa das mais executadas nas rádios, acreditando o cantor bem mais no êxito de “Um Grito Parado no Ar”, gravado no outro lado do disco.

“Sonhos”, todavia, foi deslanchando aos poucos e, ao ultrapassar a marca de 400 mil cópias vendidas, entrou na trilha da telenovela “Sem Lenço Nem Documento”, deixando um rastro de sucesso tão marcante, que só muito tempo depois Peninha conseguiria se livrar da pecha de “cantor de uma música só”. Contribuiu para elevar o prestígio de “Sonhos”, principalmente junto ao público mais exigente, sua gravação por Caetano Veloso no álbum Cores e nomes, em 1982, figurando ainda a canção em discos de Wando, Paulinho Moska e, no exterior, a espanhola Soledad Bravo e a italiana Mina.

O paulista Peninha, cujo nome é Aroldo Alves Sobrinho, tendo ganho o apelido de um amigo de juventude, também gravou “Sonhos” em castelhano, versão que permaneceu vários meses no hit parade argentino (A Canção no Tempo – Vol. 2 – Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello – Editora 34).

Sonhos (1977) - Peninha


(intro) C4/9*  Cm7  C4/9*  Cm7  Ab6  G7/5+  G7
Cm7
Tudo era apenas uma brincadeira
                       Dm5-/7             G7
E foi crescendo   crescendo  me absorvendo
        C7               C7/9-         Fm7     Dm5-/7
E de repente  eu me vi assim completamente seu
                   G7                 Cm7
Vi a minha força amarrada no seu passo
                          Cm7/Bb               Ab6
Vi que sem você não há caminho  eu não me acho
                                                    G7
Vi um grande amor gritar dentro de mim como eu sonhei um dia

Cm7
Quando o meu mundo era mais mundo
              Dm5-/7 G7
E todo mundo admitia

Uma mudança muito estranha
C7                               C7/9-              Fm7
Mais pureza  mais carinho  mais calma  mais alegria
                       Dm5-/7
No meu jeito de me dar
                   G7/5+           G7       Cm7
Quando a canção se fez mais clara e mais sentida
                       Cm7/Bb      Ab6
Quando a poesia realmente fez folia em minha vida
                            G7
Você veio me falar dessa paixão inesperada
Por outra pessoa

(refrão)
Cm7
Mas não tem revolta não
                           Dm5-/7
Eu só quero que você se encontre
                   G7
Saudade até que é bom
                         C7
É melhor que caminhar vazio
           C7/9-
A esperaça é um dom
                Fm7               Dm5-/7
Que eu tenho em mim  eu tenho sim
                   Ab6
Não tem desespero não
      G7                Cm7
Você me ensinou milhões de coisas

Tenho um sonho em minhas mãos
            Dm5-/7
Amanhã será um novo dia
      G7/5+       G7         Cm7
Certamente eu vou ser mais feliz

Shy Moon

Caetano Veloso
 E  F#/E  G            D      Em
Shy moon, hiding in the haze
                Bm7        C7+
I can see your white face
                  E  F#/E    E F#/E
Hope you can hear my tune, shy moon
   G            D      Em
Why didn't you stop her
                  Bm7
Don't you know i suffer?
C7+                 E   F#/E   E  F#/E    G
And you'll watch me cry soon, shy moon
                    D      Em
Glow through the pollution
            Bm7       C7+
Find me a solution
                 E     F#/E   E  F#/E     G
I'll wait on the high dune, shy moon

Sete mil vezes

Caetano Veloso
Tom: C#m7

C#m7                           G#m7
Sete mil vezes eu tornaria a viver assim
C#m7                              F#m7    B7/4
Sempre contigo transando sob as estrelas
D7(9/4)           D7/9
Sempre cantando a música doce
       G7+                 C7+
Que o amor pedir pra eu cantar
F#m7         B7                  E7+     D#m7   G#7
Noite feliz, todas as coisas são belas
C#m7                                G#m7
Sete mil vezes, e em cada uma outra vez querer
C#m7                              F#m7    B7/4
Sete mil outras em progressão infinita
D7(9/4)           D7/9
Quando uma hora é grande e bonita
      G7+             C7+
Assim quer se multiplicar
F#m7         B7                 C#m7
Quer habitar todos os cantos do ser
C7+                                      E7+
Quarto crescente pra sempre um constante quando
C7+                            F#m7    B7
Eternamente o presente você me dando

C#m7                                    G#m7
Sete mil vidas, sete milhões e ainda um pouco mais
C#m7                                  F#m7    B7/4
É o que eu desejo e o que deseja esta noite
D7(9/4)          D7/9
Noite de calma e vento, momento
   G7+              C7+
De preces e de carnavais
F#m7           B7                 C#m7
Noite de amor, noite de fogo e de paz

Quando eu penso na Bahia

Quando eu penso na Bahia (1937) - Ary Barroso e Luiz Peixoto

Disco 78 rpm / Título da música: Quando eu penso na Bahia / Autoria: Barroso, Ary (Compositor) / Peixoto, Luiz (Compositor) / Carmen Miranda, 1909-1955 (Intérprete) / Sílvio Caldas (Intérprete) / Grupo da Odeon (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1937 / Nº Álbum 11540 / Gênero musical: Samba /

Quando eu penso na Bahia
Nem sei que me dor que me dá
Ai me dá, me dá me da ioiô
Se eu pudesse qualquer dia
Eu ia de novo pra lá

Eu deixei lá na Bahia
Um amor tão bom, tão bom ioiô
Meu Deus que amor
Que desse amor só quem sabia
Era a Virgem Maria

Nasceu cresceu e lá ficou
Mas quem sabe se esse amor
Que ficou lá na Bahia, oi
Já se acabou
E se assim for
Eu sei de alguém
Que lhe quer muito bem
Sou eu
Eu quem?
O seu ioiô

Música cifrada de Caetano Veloso:
C69 C69/G Dm6 G13 C69 Am6
Dm6 G13 Gm6 C7-9 Fmaj7
F#dim6 G13 A7+5 D79 Am6 G13
C69/G Dm6 G13 C69/G Am6
Dm6 G13 Gm6 C7-9 Fmaj7
F#dim6 G13 A7+5 D79 G13 Cmaj

C69                       A7*C#-5 Dm
Quando eu penso na Bahia
Dm/A           G13            C69
Nem sei que dô que me dá
      C69     C#-5         C#-5 Dm
Me dá, me dá, me dá, ioiô
    Dm/A    G13              C69 C69/G
Me dá, me dá, me dá. Iaiá
               C69      A7       Dm
Se eu pudesse quarqué dia
Dm/A       G13      C69
Eu ia de novo pra lá
        C69      C#-5          C#-5 Dm
Não, vá, não vá, não vá, iaiá
    Dm/A    G13              C69  C69 B-5 Am Am/E
Eu vou, eu vou, se vou, ioiô
Am                  Em9 
Eu deixei lá na Bahia
                                   Fmaj7 Fmaj7/C Fmaj7
Um amô tão bom, tão bom ioiô
        E7                     A7
Meu Deus que amô
                                      Dm
E desse amô só quem sabia
                   F7-5
Era a Virge Maria
    C69       C69/G   Dm6 G13  C69  C69 Cb-5 Am Am/E
Nasceu, cresceu, viveu e lá ficou
Am                                 Em9 
E quem sabe se esse amor
                            Fmaj7 Fmaj7/C Fmaj7
Que ficou lá na Bahia, oi
       E7             A7
Já se acabou
                                         Dm
Se assim for, eu sei de alguém
                                F7-5
Que lhe quer muito bem
         C69      C69/G
Quem é? Sou eu
       Dm6      G13   C69
Eu quem? O seu ioiô

C69/G Dm6 G13 C69 Am6 Dm6 G13 Gm6 C7-9 Fmaj7
F#dim6 G13 A7+5 D79 Am6 G13
C69/G Dm6 G13 C69/G Am6 Dm6 G13 Gm6 C7-9 Fmaj7
F#dim6 G13 A7+5 D79 G13 Cmaj  C69

Pé do meu samba

Caetano Veloso
Tom: Dm
Dm                  Gm
Dez na maneira e no tom
                A7            
Você é o cheiro bom
              Dm          C7
Da madeira do meu violão
                F
Você é festa da Penha
                    A7
A feira de São Cristóvão
             Dm    D7   Gm
É a Pedra do Sal
                   Dm
Você é a Intrépida Trupe
               Bb
A Lona de Guadalupe
                   A7
Você é o Leme o Pontal
Dm                  Gm
Nunca me deixa na mão
              A7  
Você é a canção que consigo
       Dm          C7
Escrever afinal
                F
Você é o Buraco Quente
                    A7
A Casa da Mãe Joana
             Dm    D7   Gm
É a Vila Isabel
                   Dm
Você é o Largo do Estácio
               Bb
Curva de Copacabana
                   A7
Tudo que o Rio me deu

D7         Gm
Pé do meu samba
C7            F      F7   A#7
Chão do meu terreiro
              Bbm7    Am7
Mão do meu carinho
                D7(9)
Glória em meu Outeiro
Gm7             A7
Tudo para o coração
            Dm
De um brasileiro

Os passistas

Caetano Veloso
Tom: C
C6/7+
Vem,
Cº           Dm7/9          Bbm6
Eu vou pousar a mão no teu quadril
Dm7/9
Multiplicar-te os pés por muitos mil
G7/13        G7/5+
Fita o céu,
Cº   C7+
Ro...da:
Gm7   C7/9
A dor
F7+   Fm6/7+
Define nossa vida toda
Em7
Mas estes passos lançam moda
A7(5+/9-) Dm7/9     G7(5+/9-) C6/7+
E dirão ao    mundo por onde      ir.
Cº           Dm7/9     Bbm6
Às vezes tu te voltas para mim
Dm7/9
Na dança, sem te dares conta enfim
G7/13        G7/5+
Que também
Cº  C7+
A...mas
Gm7      C7/9
Mas, ah!
F7+   Fm6/7+
Somos apenas dois mulatos
Em7
Fazendo poses nos retratos
A7(5+/9-) Dm7/9     G7(5+/9-) C6/7+
Que a luz da    vida imprimiu de    nós.
Bb7/13                               Eb7+/9
Se desbotássemos, outros revelar-nos-íamos no Carnaval.
Ebm7                Ab7  
Roubemo-nos ao deus Tempo
Db7+/9           F7   G7
e nos demos de graça à beleza total, vem.
C6/7+
Nós,
Cº             Dm7/9     Bbm6
Cartão-postal com touros em Madri,
Dm7/9
O Corcovado e o Redentor daqui,
G7/13       G7/5+
Salvador,
Cº   C7+
Ro...ma
Gm7    C7/9
Amor,
F7+    Fm6/7+
Onde quer que estejamos juntos
Em7       A7(5+/9-) Dm7/9
Multiplicar-se-ão assuntos de mãos e    pés
G7(5+/9-) C6/7+
E desvãos do   ser.

Outras palavras

Outras palavras (1981) - Caetano Veloso
Tom: Gm7

  (Gm7 C7/9)
Nada dessa cica de palavra triste
                   em mim na boca
Travo trava mãe e pai 
           alma buena dicha louca
Neca desse sono de nunca jamais nem never more
(Gm7 C7/9)                     F               F7+ 
Sem dizer que sim pra Silu pra Dedé pra Dadi e Dó
Dm7        G7                 C7          C7/5-
Crista do desejo o destino deslinda-se em beleza:  
G#  Bb7+   C7+  3x           G#  Bb7+     F
Outras palavras              Outras palavras

Repete

Todo seu azul, todo céu, todo azul e furtacor
Tudo meu amor tudo mel tudo amor e ouro e sol
Na televisão na palavra no átimo no chão
Quero essa mulher solamente para mim mas muito mais
Rima pra que faz tanto mas tudo dor amor e gozo:
Outras palavras

Nem vem que não tem vem que tem coração tamanho
trem
Como na palavra palavra a palavra estou em mim
E fora de mim quando você parece que não dá 
Você que diz que diz em silêncio o que eu não 
desejo ouvir
Tem me feito muito feliz mas agora minha filha:
Outras palavras

Quase João Gil Ben muito bem mas barroco como eu
Cérebro máquinas palavra sentidos corações
Hiperestesia Buarque voilá tu sais de cor
Tinjo-me romântico mas sou vadio computador
Só que sofri tanto que grita porém daqui pra frente: 
Outras palavras

Para fins gatins alphaluz sexonhei la gerrapaz
Ouraxé palávoras driz okê cris expacial
Projeitinho imanso ciumortevida vidavid
Lambetelho fruturu orgasmaravilha-me Logun
Homenina parais de felicidadania:
Outras palavras

Ò meu pai

Caetano Veloso
D9       G/A            D9
Tomei a benção a minha mãe
         G6         D9
Dei até logo a meu pai
   Bm7         Em                         A7
E sai com a galera que da cabeça não me sai
                 D9
Ela me deu um conselho
             G/A      D9
Falou pra eu não demorar
        Bm7             Em
Me atrasei, cheguei em casa
                  A7
E comecei a explicar
Em                   A7                    D9
Com a cara de preocupado o meu pai me recebeu
          C9        B7
Filho, onde você estava?
                     Em
O que foi que aconteceu?
                         A7                     D9
Olha a minha cara de contente não precisa explicar
     C9      B7                        E9
Oh, pai, oh mãe estava com a turma do Ara
F#7/9    A            F#7/9    A
Ó meu pai, eu tava no Ara meu pai
F#7/9                D9
Ó meu pai eu sou AraKetu meu pai

Nua idéia

Nua ideia - Caetano Veloso e João Donato
Cm7       F7                 Dm7    Dbº
Lua cheia,     ilumina minha vida
             Cm7    F7 
Pura lâmina polida
                     Dm7    G7
Lábio, leite, peito, mãe

      Cm7   F7                   Dm7     Dbº
Nua idéia,     pavão de plumagem branca
               Cm7      F7 
Moça de risada franca
                 Ab7+   (Ab7+  A7+  Bb7+)
Meia taça de champagne

      Fm7   Bb7                   Eb7+
Minha seta,      atravessa o meu amado
      Ebm7  Ab7                    Db7+   Gb7
Linha reta,     pro real pro outro lado

    Cm7   F7                 Dm7    Dbº
Lua nova,     tudo agora recomeça
                     Cm7     F7 
O mundo está posto à prova
                    Dm7    G7
Muda a luz e muda a cor

    Eb7+  F7                  Dm7    Dbº
Lua lua,      ilumina essa promessa
                Cm7    F7
Com tua vontade crua
              Ab7+    (Ab7+  A7+  Bb7+)
Ilumina o meu amor

      Fm7   Bb7                   Eb7+
Minha seta,      atravessa o meu amado
      Ebm7  Ab7                    Db7+   Gb7
Linha reta,     pro real pro outro lado

    Cm7   F7                 Dm7    Dbº
Lua nova,     tudo agora recomeça
                     Cm7     F7 
O mundo está posto à prova
                    Dm7    G7
Muda a luz e muda a cor

    Eb7+  F7                  Dm7    Dbº
Lua lua,      ilumina essa promessa
                Cm7   F7
Com tua vontade crua
               Dm7    Dbº
Ilumina o meu amor

                Cm7   F7
Com tua vontade crua
               Bb7+
Ilumina o meu amor

Noites do Norte

Caetano Veloso
         C#6/9   C#6/7(C)
A escravidão     permanecerá
A#m7      A#m7/G#   Gm7/5-         C7/9-       
por muito tempo     como a característica
Fm  Fm7         A#m7     D#7/9   
nacional        do Brasil.
G#7M
Ela espalhou
D#m7       G#7/13 G7/5+      C#M7  C#m6 
nossas vastas         solidões
Cm7 Fm
uma grande suavidade;
A#m7             Fm          
seu contato foi a primeira forma que recebeu a
A#m7             Dm7
natureza virgem do país,
C#7M      F#M     Fm
e foi a que ele guardou;

Am7     D7/9         Am7         D7/9     
ela povoou-o como se fosse uma religião
Am7        D7/9
natural e viva,
G7M    C7/9      F7M    A#7      
com os seus mitos,     suas legendas, seus
Bm7/5-  E7
encantamentos;

A7M              D7/9     C#7/13 C#7/5+  C#m6  
insuflou-lhe sua alma infantil,
Eº       Bm7   Bm7/A  G#m7/5- C#7/9-
suas tristezas sem pesar,
F#m     A/E      D#m7  D#m7/C#
suas lágrimas sem amargor,
Cº     Bm6           A#m  D#7/9
seu silêncio   sem concentração,

G#m7      C#7/9
suas alegrias sem causa,
F#º    F#7M     D#m7   Fm7/5- E7M  A#7
sua felicidade sem dia seguinte...
D#m7                    G#7/9
É ela o suspiro indefinível
D#m7/9           D#m6
que exalam ao luar
D#m7                   G#7/9   C#7M
as nossas noites do  nor     te.

Neide Candolina

Caetano Veloso
Introdução:   G  C9

 G
Preta chique, essa preta é bem linda

Essa preta é muito fina
                               C
Essa preta é toda gloria do brau
Am
Preta preta essa preta é correta

Essa preta é mesmo preta
                       G
É democrata social racial
       C9 G
Ela é modal.

G
Tem um Gol que ela mesmo comprou 

Com o dinheiro que juntou 
                           C
Ensinado português no Central
Am
Salvador, isso só é Salvador

Sua suja Salvador
                                    G
E ela nunca furou um sinal
        C9 G  D/F#
Isso é legal.

Em             A            A9
E eu eu eu eu eu    Sem ela     (2x)
Cm       Bm   Cm
Nobreza Bra ...u   (2X)
G
Preta sã, ela é filha de Iansã

Ela é muito cidadã
                             C
Ela tem trabalho e tem Carvanal
Am
Elegante, ela muito elegante

Ela é super-elegante
                   G    C9  G
Roupa Europa e pixaim Senegal

Negro amor (It's all over now, Baby Blue)

Caetano Veloso
F                                         Bb
Vá, se mande, junte tudo que você puder levar
F                                         Bb
Ande tudo que parece seu é bom que agarre já
    Cm           Eb          Bb
Seu filho feio e louco ficou só
   Cm          Eb            Bb
Chorando feito fogo à luz do sol
     D                                 F
Pois alquimistas já estão no corredor
  Cm           Eb           Bb
E não tem mais nada, negro amor
F                                      Bb
A estrada pra você é um jogo e ainda essência
F                                       Bb
Junte tudo que você conseguiu por coincidência
  Cm          Eb           Bb
E o pintor de rua que anda só
  Cm        Eb             Bb
Desenha maluquice em seu lençol
D                           F
Sob seus pés o céu também rachou
Cm             Eb           Bb
E não tem mais nada, negro amor
F                                     Bb
Seus marinheiros mareados abandonam o mar
F                                         Bb
Seus guerreiros desarmados não vão mais lutar
    Cm       Eb             Bb
Seu namorado já vai dando o fora
  Cm            Eb        Bb
Levando os cobertores, e agora?
 D                          F
Até o tapete sem você voou
  Cm           Eb           Bb
E não tem mais nada, negro amor
   F                                  Bb
As pedras do caminho, deixe para trás
  F                                            Bb
Esqueça os mortos, que eles não levantam mais
  Cm          Eb        Bb
O vagabundo esmola pela rua
   Cm            Eb            Bb
Vestindo a mesma roupa que foi sua
D                                                  F
Risque outro fósforo, outra vida, outra luz, outra cor
Cm             Eb           Bb
E não tem mais nada, negro amor

Morena dos olhos d'água

Caetano Veloso
[Intro:] E

        C#m7/9  F#m7 D7/9 
Morena dos olhos d'água
C7+/9                A/B 
    tire os seus olhos do mar
B7 E                    F#7                  F#m7(b5)    B7   E
Vem ver que a vida ainda vale o sorriso que eu tenho pra lhe dar

E                      Am7          Bbº             B7
Descansa em meu pobre peito, que jamais enfrenta o mar
         Em            Em/D               C              B7/9
Mas que tem abraço estreito, Morena, com jeito de te agradar
       E            Am7            Bbº          B7
Vem ouvir quantas estórias que por seu amor sonhei
       Em              Em/D              C               B7
Vem saber quantas vitórias, Morena, por mares que só eu sei

O seu homem foi embora prometendo voltar já
Mas as ondas não tem hora, Morena, de partir ou de voltar
Passa a vela e vai-se embora, passa o tempo e vai também
Mas meu canto ainda te implora, Morena, agora, Morena, vem.

Nada

Caetano Veloso
G7M                    Am7   Am6
Cheguei juntinho à tua porta
G7M      F#7 B7/9-
 Nem sei como consegui
E7/9   B7/9-          C7M
Me disseram que não estavas
      Gm        C7+/9
E que nunca voltarias
        C6/9(G)       Am6  D7/9
E que tu já tinhas partido

G7M               Cm6  D7/9
Uma dor senti no peito
G7M       F#7 B7/9-
 Tua casa está em silêncio
E7/9   B7/9-        E7/9  Am7
Ao fechar de novo a porta
    D7/9  G7   C7/9  F7
Uma lagrima de dor
     E7/5+  E7   Am Am6
Invadiu meu coração

Am7         Am6     G7M
Nada, nada, nada restou desse amor
F#m7         B7/9-     E7/9       E7/9-
Só teias de aranha que tecem na dor
  Am7     Cm6        Bm7          E7        Am7
O roseiral também murchou e hoje caído pelo chão
          Am6        G6
Também arrasta a sua cruz

Am7         Am6        G7M
Nada, nada mais que tristeza e silêncio
F#m7/5-      B7/9-   E7/9       E7/9-
Nada que me diga que vives ainda
Am7       Cm6      
Onde estás?
        Bm7           E7          Am7
Quero dizer que hoje volto arrependido
      Am6         G6      Cm6   G6   Cm6  G6
Implorando o teu amor

Minha voz, minha vida

Caetano Veloso
Tom: C

       C6/9       Bm7/5-  E7/5+
 Minha voz, minha vida
Am7            Am7/G       F#m7/4  F7/5-
 Meu segredo e minha revelação
       Em7   A7/9-   F#m7/5-
 Minha luz   escon...dida
       Dm7/9           G7/5+     Eb7+   Dm7/9  G7/5+
 Minha bússola e minha desorientação
       C6/9     Bm7/5-  E7/5+
 Se o amor escraviza
Am7      Am7/G        F#m7/4  F7/5-
 Mas é a única libertação
       Em7   A7/9- F#m7/5-
 Minha voz   é   precisa
      Dm7/9           G7/5+           C6/9   F#7/5-
 Vida que não é menos minha que da canção
 F7+                  Bb7/9
 Por ser feliz, por sofrer
                 Em7     A7/5+
 Por esperar, eu canto
 D7/9
 Pra ser feliz, pra sofrer
                 Dm7/9   G7/5+
 Para esperar eu canto
      C6/9     Bm7/5-  E7/5+
 Meu amor, acredite
Am7              Am7/G         F#m7/4  F7/5-
 Que se pode crescer assim pra nós
     Em7    A7/9- F#m7/5-
 Uma flor   sem limite
     Dm7/9                    G7/5+        C6/9
 É somente por que eu trago a vida aqui na voz

Meu barracão

Caetano Veloso
Tom: B  

Intro: Bm7/9  Dm7/9  Dm6 C#m7 F#m7/5+ 
       Bm7 E7/9-  A7M  B-11 E7

    A7M  Bm7
Faz hoje quase um ano
E7         A C#7   F#m7
Que eu não vou visitar
Cm7/5-             Gm6
Meu barracão lá da Penha
    F#7      Bm7
Que me faz sofrer
      F#7      Bm7
E até mesmo chorar
E7               F#m
Por lembrar a alegria
       G#º    F#m
Com que eu sentia
        B7       Dm6
O forte laço de amor 
         Bm7 A#7/5-
que nos unia

A7M  Cº      Bm7
 Não há quem tenha
              E7    C#m7/5-
Mais saudades lá da Penha
       Gm6 F#7      Bm7  E7/13 E7/5+
Do que eu, juro que não!
A7M  Cº      Bm7 
 Não há quem possa
            E7    C#m7/5-
Me fazer perder a bossa
F#m7    F7      E7/9  A7M
Só a saudade do barracão


    A7M  Bm7
Mas veio lá da Penha
E7   A C#7   F#m7
Hoje uma pessoa
Cm7/5-           Gm6
Que trouxe uma notícia
       F#7  Bm7
Do meu barracão
        F#7      Bm7
Que não foi nada boa 
E7                F#m
Já cansado de esperar
  G#º     F#m
Saiu do lugar
         B7    
Eu desconfio
        Dm6         Bm7 A#7/5-
Que ele foi me procurar

A7M  Cº      Bm7
 Não há quem tenha
              E7    C#m7/5-
Mais saudades lá da Penha
       Gm6 F#7      Bm7  E7/13 E7/5+
Do que eu, juro que não!
A7M  Cº      Bm7 
 Não há quem possa
            E7    C#m7/5-
Me fazer perder a bossa
F#m7    F7      E7/9  A7M
Só a saudade do barracão

Mimar você

Caetano Veloso
Tom:D



D7M         A/C#    Bm7 Bm/A
Eu te quero só pra mim
G7M         D/F# Em7 A7/4 A7
Você mora no meu coração
D7M         A/C#    Bm7 Bm/A
Não me deixe só aqui
G7M         D/F# Em7 A7/4 A7
esperando mais um verão
Bm7              Bm/A
Te esperando meu bem
   G7M        D/F#   Em7   A7
Pra gente se amar de novo
D7M A/C#  Bm7 Bm/A 
  Mimar você
G7M  D/F# Em7  A7   
Nas quatro estações
      Bm7 Bm/A
Relembrar
G7M D/F#      Em7     A7/4(9)  A7(9)
O tempo que passamos juntos
D7M   A/C#  Bm7 Bm/A
  Bem bom viver
G7M           D/F#
Andar de mãos dadas
    Em7      A7/4
Na beira da praia
            A7
Por esse momento
              D7M
Eu sempre esperei

: G7M : D7M ::
: G7M D/F# Em7 : A7/4 A7 : D7M ::

Mel


Ainda colhendo os frutos do sucesso do álbum Álibi (1978), Maria Bethânia, durante a preparação do seu disco de 1979, pediu uma canção ao seu amigo Waly Salomão. Bethânia já havia gravado duas canções dele: "Anjo Exterminado" (em parceria com Jards Macalé) no álbum Drama - Anjo Exterminado (1972) e "A Voz de Uma Pessoa Vitoriosa" (em parceria com Caetano Veloso) no álbum Álibi.

Quando Bethânia pediu a canção, Waly estava tenso e nada conseguia escrever. Ele relatou o problema por telefone a Caetano, e esse contou a Bethânia, aconselhando-a a desistir. A cantora respondeu que queria Waly mil vezes mais tenso, pois assim sairia uma coisa bonita. Waly, irritado, desligou o telefone. Horas depois, Waly entregava a letra inteira e então Caetano a musicou. Segundo Waly Salomão, ele já buscava a letra, mas precisava da "precipitação", do "raio", no caso a "ira" de Bethânia, para acontecer.

"Mel" tornou-se a faixa de abertura do disco de 1979 de Maria Bethânia, além de dar nome ao álbum. Na canção, a personagem se entrega com prazer a uma mulher que ela chama de Abelha-rainha, como um súdito. Há na letra, vários nomes de tipos de abelhas que Waly pesquisara. A letra repete-se duas vezes na gravação. O nome "Abelha-rainha", que está presente no primeiro verso da canção, tornou-se um apelido para a cantora: "Abelha-rainha da MPB". A dupla responsável pela canção, também criou, mais tarde, outros temas de Maria Bethânia, alguns, que também deram nome a álbuns dela: "Talismã" (1980), "Alteza" (1981), "Da Gema" (1984), "Olho d'Água" (1992).

Mel (1980) - Caetano Veloso e Waly Salomão

G          Bb° 
Ó abelha rainha 
 Am7                G               E7
faz de mim um instrumento do seu prazer
Bm7  E7         Am7      D7
Sim,   e de tua glória 
                G                 E7
Pois se é noite de completa escuridão
Am7                  Cm6
Provo do favo de teu mel
Bm7                 F7   E7    A7
Cavo a direita claridade    do céu
   D7                G    G7
E agarro o sol com a mão
C           Bm7    E7     Am7              D7 G
É meio-dia, é meia-noite,     e toda hora
             F#7     B7   Em           Dm7        G7
Lambe olhos, torce cabelos, feiticeira vamo-nos embora
C           Bm7    E7     Am7              D7 
É meio-dia, é meia-noite,    faz zumzum na testa
           Am7          D7     Bm7
Na janela, na fresta da telha 
             E7                 Bm7          E7   Am7
Pela escada, pela porta, pela estrada toda a fora
         D7                Am7
Anima de vida o seio da floresta
         D7     Bm7   
O amor empresta     
           E7              Bm7              E7
a praia deserta zumbe na orelha, concha do mar
Am7       D7              Am7             D7    G
Ó abelha, boca de mel, carmin, caruda, vermelha
G          Bb°   Am7                G               E7
Ó abelha rainha faz de mim um instrumento do seu prazer
Bm7  E7       Am7     D7     G     E7       Am7    D7
Sim, e de tua glória, de tua glória, de tua glória, 
            G
  de tua glória

Marinheiro só

Marinheiro só - Adaptação de Caetano Veloso
E7            A       
Eu não sou daqui - Marinheiro só
         E            
Eu não tenho amor - Marinheiro só
     B7    
Eu sou da Bahia - Marinheiro só
      E    
de São Salvador - Marinheiro só 
        B7             
O marinheiro,marinheiro - Marinheiro só
      E     
quem te ensinou a nadar - Marinheiro só
     B7            
ou foi o tombo do navio - Marinheiro só
       E              
ou foi o balanço do mar - Marinheiro só 
E7       A             
Oi lá vem,lá vem - Marinheiro só
        E                 
Como ele vem faceiro - Marinheiro só
  B7               
Todo de branco - Marinheiro só
             E              
com seu bonézinho - Marinheiro só

Mansidão

Caetano Veloso
G7+  
Vasto céu, 
        Gº       F#m7/5- 
diminuta luz estelar 
                    B7/9-
   brilha entre as nuvens
Em7/9             A7/13            G#7+         D7/9
Esta voz que o cantar me deu é uma festa paz em mim
G7+             Gº         F#m7/5-         B7/9-
Violão deita em minha mão, acordar algumas notas
Em7/9        A7/13      Am7            D7/9    G7+
Colocar com exatidão na sombra o clarão    sem fim
C7+               Bm7              Em7/9    
Um amor que já me fez chorar agora não fará, 
                F#m7       B7
   não sofro mais assim
C7+                 Bm7                Am7  D7/9
Pois está tudo onde deve estar, nada será ruim
G7+           Gº        F#m7/5-              B7/9-
Mansidão, luminosa paz, minha voz e aquela estrela
Em7/9            A7/13                   Am7    D7/9  G7+
Vasto chão, sensação feliz, seda, linho, lã,        cetim.

Magrelinha

Caetano Veloso
  Gm7
O pôr-do-sol
    Cm7        F7          F7  Fº
Vai renovar, brilhar de novo seu sorriso
       Gm7     A#7/9
E liberta da areia preta e do arco-íris
                      D#7+/9
Cor de sangue, cor de sangue
                      D7/9-
Cor de sangue, cor de sangue



  Gm7           Cm7
O beijo meu vem com melado
         F7          F7  Fº
Decorado cor-de-rosa
   Gm7           A#7/9
Um sonho seu vem dos lugares
Mais distantes, terra dos gigantes
      D#7+/9
Super-homem, super-mosca
                     D7/9-
Super-carioca, super-eu, super-eu



A#7M          Bº          Cm7
Deixa tudo em forma, é melhor
    F7
Não sei
A#7M           Bº        Cm7      F7
Não tem mais perigo, digo, já nem sei
A#7M        Bº            Cm7
Ela está comigo o som e o sol
    F7
Não sei
  D#         F
O sol não adivinha
D#           F
Baby é magrelinha
G#                A#         
No coração do Brasil
A#       C        
No coração do Brasil
G#         A#                            C
No coração, no coração, no coração do brasil

Mãe

Caetano Veloso
Tom:D

Intro: (D Bm F#m G A7)2X

D     A/C#       Bm7  Bm7/A
Palavras, calas, nada fiz
G    D/F#      Em  (G/B) A7 A4/9 A4
Estou tão infeliz
D        A/C#      Bm7  Bm7/A
Falasses, desses, visse não
G      C    D  D4  D
Imensa solidão
Bm         Bb5+    D/A     G#m5-/7
Eu sou um Rei que não tem fim
G     D/F#    Em  (G/B) A7
Que brilhas dentro aqui
D      A/C#     Bm7   Bm7/A
Guitarras, salas, vento, chão
G    C         D     (D Bm F#m G A7)2X
Que dor no coração
D     A/C#       Bm7  Bm7/A
Cidades, mares, povo, rio
G    D/F#      Em  (G/B) A7 A4/9 A4
Ninguém me tens amor
D        A/C#      Bm7  Bm7/A
Cigarra, camas, colos, ninhos
G      C    D  D4  D
Um pouco de calor
Bm         Bb5+    D/A     G#m5-/7
Eu sou um homem tão sozinho
G     D/F#    Em  (G/B) A7
Mas brilhas no que sou
D          A/C#     Bm7   Bm7/A
E o teu caminha e o meu caminho
G    C       D     (D Bm F#m G A7)2X
É um nem vais nem vou

D     A/C#       Bm7  Bm7/A
Meninos, ondas, becos, mãe
G    D/F#      Em  (G/B) A7 A4/9 A4
E só porque não estais
D        A/C#      Bm7  Bm7/A
És para mim que nada mais
G      C    D  D4  D
Na boca das manhãs
Bm         Bb5+    D/A     G#m5-/7
Sou triste, quase um bicho triste
G     D/F#    Em  (G/B) A7
E brilhas mesmo assim
D          A/C#     Bm7   Bm7/A
Eu canto, grito, corro,  rio
G    C         D     (D Bm F#m G A7)2X
E nunca chego a ti

Madrugada e amor

Madrugada e amor - José Messias - Interpretação de Caetano Veloso
Tom: D

D6/9              Em7 G/A    A7/5+ D6/9
    Madrugada chegou     o sereno caiu
F#m7             Em7
    Meu amor de cansaço
  Cm6         E7/9
Caiu nos meus braços
    A7      D6/9
Sorriu e dormiu (bis)
         Em7           A7          Em7
Eu só queria que não amanhecesse o dia
            A7          D6/9
Que não chegasse a madrugada
         B7/5+ E7/9
Eu só queria  amor
  A7        D6/9
Amor e mais nada

Lealdade

Caetano Veloso
Am6    G13/-9         Gm7
Serei           serei leal contigo
    C7/9                            Fmaj7
Quando eu cansar dos teus beijos te digo
  Cm7            F7     Bbmaj7
E tu também liberdade terás
Gm7                                    C7/9
Pra quando quiseres, bater a porta sem olhar para trás
     Gm7                       Gm6
Se o teu corpo cansar dos meus braços
C7/-9      Fmaj7
Se o teu ouvido cansar da minha voz
               Dm7      G7/6           Cmaj7
Quando os teus olhos cansarem dos meus olhos
         Gm7             C7/9
Nao é preciso haver falsidade entre nós
  Am6    G13/-9        Gm7
Serei          serei leal contigo
    C7/9                            Fmaj7
Quando eu cansar dos teus beijos te digo
  Cm7            F7     Bbmaj7
E tu também liberdade terás
Gm7                                    C7/9
Pra quando quiseres, bater a porta sem olhar para trás

La barca (Caetano Veloso)

La barca - Roberto Cantoral - Interpretação de Caetano Veloso
Tom: G  

G7M             A#º            Am7
Dicen que la distancia es el olvido
Am6                        G7M
 pero yo no concibo esa razón
                   A#º         Am7
porque yo seguiré siendo el cautivo
Am6                            F#m7 B7/9-
de los caprichos de tu corazón.

  Em7         B7/9-          Em7/9
Supiste esclarecer mis pensamientos, 
                             D7/9
 me diste la verdad que yo soñé,
                            C7/9
ahuyentaste de mí los sufrimientos
        B7/9
en la primera noche que te amé.

C7M/9                       Cm6
Hoy mi playa se viste de amargura
Bm7        Bm6 E7/9-
porque tu barca tiene que partir
Am7                        Am6
 a cruzar otros mares de locura
Dm7        E7/9-
 cuida que no naufrague tu vivir.


Am7     Cm6
Cuando la luz del sol se esté apagando
     Bm7                  Bm6  E7/9-
y te sientas cansada de vagar,
Am7    D7/9
piensa que yo por ti estaré esperando
     G7M
hasta que tú decidas regresar.

Zera a reza

Caetano Veloso
B6/9
Vela leva a seta tesa
C#-7/9
Rema na maré
        F#13
Rima mira a terça certa
          F#6/9
E zera a reza  
        B6/9
Zera a reza, meu amor
         D#-7
Conta o pagode do nosso viver
             E7+
Que a gente pode entre dor e prazer
          A#-7/5-                D#7/9-
Pagar pra ver o que pode e o que não

Pode ser
    G#7-
A pureza desse amor
          D#-7
Espalha espelhos pelo carnaval
        E7+
E cada cara e corpo é desigual
Fº
Sabe o que é bom e o que é mau
        B
Chão é céu
     G#7
E é seu e meu
  C#7-                    E-
E eu sou quem não morre nunca  
B6/9
Vela leva a seta tesa
C#-7/9
Rema na maré
       F#13
Rima mira a terça certa
          F#6/9
E zera a reza

Colaboração de: Kenshin keenshin@yahoo.com

Wait until tomorrow

Caetano Veloso
Tom: A
Intro: A D/E

           A                   
Well, I'm standing here freezing,
   D/G
inside your golden garden
A                    D/E
Got my ladder leaned up against your wall
  A                    D/E
Tonight's the night we planned to run away together
     A
Come on dolly mae
           D/E
There's no time to stall

But now you're telling me that ah...
E7                              Am7/4  G
 I think we better wait till tomorrow
E7                              Am7/4  G
 I think we better wait till tomorrow
E7                              Am7/4  G
 I think we better wait till tomorrow

Got to make sure it's right

So until tomorrow goodnight
A
Oh, dolly mae
            D/E
How can you hang me up this way
       A                       
Oh the phone you said you wanted
       D/E
to run off with me today
         A                     
Now I'm standing here like some
            D/E
turned down serenading fool
         A                        
Hearing strange words stutter from
    D/E
the mixed up mind of you

And you keep telling me that ah...
E7                              Am7/4 G
 I think we better wait till tomorrow
E7                              Am7/4 G
 I think we better wait till tomorrow
E7                              Am7/4 G
 I think we better wait till tomorrow

Got to make sure it's right

So until tomorrow goodnight
A
Oh, dolly mae
           E7
Girl, you must be insane
A                             
So unsure of yourself learning
            E7
from your unsure window pane
     A                           
Do I see a silhouette of somebody
         E7  
pointing something from a tree?
A
Click, bang

Oh, what a hang
     E7                   D/E
Your daddy just shot poor me

And I hear you say

As I fade away
E7                            Am7/4 G
We don't have to wait till tomorrow
E7                            Am7/4 G
We don't have to wait till tomorrow
E7                            Am7/4 G
We don't have to wait till tomorrow

It must not have been right, so forever, goodnight
E7                            Am7/4 G
We don't have to wait till tomorrow...

It must not have been right, so forever, goodnight

Vampiro

Caetano Veloso
Tom: A

A               E     
Eu uso óculos escuros 
     A                     E
 pras minhas lágrimas esconder
    A                         E              A   
E quando você vem para o meu lado, ai, as lágrimas
            E
começam a correr
   A                                A A# B
E eu sinto aquela coisa no meu peito
                                B A# A
Eu sinto aquela grande confusão
                        E  
Eu sei que eu sou um vampiro
                  B7       E
que nunca vai ter paz no coração
   A                E       A  
Às vezes eu fico pensando porque
                         E
é que eu faço as coisas assim
      A                       E             A
E a noite de verão ela vai passando, com aquele seu
                   E
cheiro louco de jasmim
     A                       A A# B
E eu fico embriagado de você
                            B A# A
Eu fico embriagado de paixão
                            E  
No meu corpo o sangue não corre,
                   B7        E
não, corre fogo e lava de vulcão
   A                   E     A       
Eu fiz uma canação cantando todo o amor
                  E
que eu sinto por você
     A                     E   
Você ficava escutando impassível
         A                    E
e eu cantando do teu lado a morrer
     A                     A A# B
E ainda teve a cara de pau
                                B A# A
De dizer naquele tom tão educado
                            E  
"Oh! pero que letra más hermosa,
               B7           E
que habla de un corazón apasionado"
    A                       E   
Por isso é que eu sou um vampiro
  A                         E
e com meu cavalo negro eu apronto
   A                          E  
E vou sugando o sangue dos meninos
   A                      E
e das meninas que eu encontro
     A                         A A# B
Por isso é bom não se aproximar
                          B A# A
Muito perto dos meus olhos
  A                     E 
Senão eu te dou uma mordida
                  B7             E
que deixa na sua carne aquela ferida
   A              E         A           E
Na minha boca eu sinto a saliva que já secou
    A                     E     
De tanto esperar aquele beijo, ai,
    A                     E
aquele beijo que nunca chegou
  A                              A A# B
Você é uma loucura em minha vida
                                     B A# A
Você é uma navalha para os meus olhos
  A                       E  
Você é o estandarte da agonia
                 B7           E  
que tem a lua e o sol do meio-dia