sábado, 8 de setembro de 2007

Recado ao poeta

P. C. Pinheiro
Recado ao poeta - Eduardo Gudin e Paulo César Pinheiro

Vai, por que a tua missão é de paz
Ser poeta é difícil demais
Pra que querer quer um coração norma
Um dia vá te compreender
Olha só como a lua parece chamar
E essa rua, esse amigo, esse bar
E eu peço à Deus que nada mude mais
Não faz dos teus os teus rivais
E se couber explicação real
É que o poeta é o coração geral
Por isso fique aqui
Onde teu samba está
Que toda a cidade quer cantar
Postar um comentário