sábado, 10 de fevereiro de 2007

Destaques de Fevereiro/2007

Marisa Gata Mansa
23/02/07 - Marisa Gata Mansa - Marisa Vertullo Brandão, cantora, nasceu em 27/04/1933 e faleceu no Rio de Janeiro RJ em 09/01/2003. Começou cantando jazz, como crooner de orquestra. Nos anos 50, graças à sua ligação com Dolores Duran e um namoro com João Gilberto, aproximou-se do movimento da bossa nova, gravando em seu primeiro 78  ...

Maria Toledo
23/02/07 - Maria Toledo - Maria Helena de Toledo, cantora e compositora, nasceu em Belo Horizonte - MG em 30/6/1937. Iniciou a carreira aos dez anos, cantando em dupla com a irmã, Rosana Toledo, no programa Gurilândia, de Rômulo Pais, na Rádio Guarani, de Belo Horizonte. Em 1951, a dupla desfez-se, quando se mudou para o Rio de Janeiro RJ, ...

Quinteto Violado
23/02/07 - Quinteto Violado - Conjunto instrumental-vocal organizado em 1970, em Recife PE, que se caracteriza pela interpretação de músicas nordestinas e a realização de pesquisas sobre o folclore brasileiro. Inicialmente formado por Toinho (Antônio Alves, Garanhuns PE 1943), canto e baixo acústico; Marcelo (Marcelo de Vasconcelos Cavalcante ...

João Donato
23/02/07 - João Donato - Quando se fala em bossa nova, qual é o primeiro nome que lhe vem à cabeça? Depois de João Gilberto, Tom Jobim e Vinícius de Moraes, na certa a enorme maioria vai pensar em Carlos Lyra, Johnny Alf, Roberto Menescal, Ronaldo Bôscoli. Poucos se lembrarão de João Donato. No entanto, seja ele, talvez, o grande precursor ...

Irmãs Galvão
23/02/07 - Irmãs Galvão - Dupla sertaneja formada por Mary Zuil Galvão (Ourinhos SP 1940-) e Marilene Galvão (Palmital SP 1942-). Mary toca sanfona; Marilene, viola e violão. Incentivadas pelos pais, formaram a dupla em julho de 1947, em Sapesal SP. Apresentaram-se depois na Rádio Paraguaçu Paulista, em programa de auditório, já ...

Noite Ilustrada
21/02/07 - Noite Ilustrada - Mário Sousa Marques Filho, cantor, compositor e instrumentista, nasceu em Pirapetinga MG em 10/4/1928. Começou a carreira artística como violonista na revista musical Noite ilustrada, apresentada por Zé Trindade, que estreou em Além Paraíba MG. O apelido foi dado por Zé Trindade , nessa época...

Synval Silva
20/02/07 - Synval Silva - Sinval Machado da Silva, compositor, nasceu em Juiz de Fora-MG em 14/03/1911 e faleceu no Rio de Janeiro em 14/04/1994. Filho de um clarinetista da Banda Euterpe Mineira, de Juiz de Fora, aprendeu a tocar viola ouvindo as aulas dadas por um professor ao seu irmão. Muito cedo começou a tocar em festas na cidade ...

Hyldon
19/02/07 - Hyldon - Hyldon de Souza Silva, cantor, violonista e compositor, nasceu na Bahia em 17/04/1951. Um dos grandes representantes da soul music brasileira (ao lado de Tim Maia e Cassiano), tocou com os Diagonais (de Cassiano), Wilson Simonal, Tony Tornado e Tim Maia (de quem foi parceiro) e produziu discos de Jerry Adriani , Erasmo Carlos e....

Geraldo Vandré
19/02/07 - Geraldo Vandré - Geraldo Pedrosa de Araújo Dias nasceu em João Pessoa-PB em 12 de Setembro de 1935. Apresentou-se num programa de calouros na Rádio Tabajara de João Pessoa quando tinha 14 anos. Em Nazaré da Mata, onde cursava o ginásio em internato, participou de alguns shows organizados para as missões ...

Roberto Luna
14/02/07 - Roberto Luna - Roberto Luna (Valdemar Farias), cantor, nasceu em Serraria, Paraíba, em 1/12/1929. Fez os primeiros estudos em Campina Grande e mudou-se com a família para o Rio de Janeiro em 1945. Começou a trabalhar em teatro de revista e estudou com o ator Ziembinsky. Apresentado por Assis Valente ...

Paulinho Nogueira
14/02/07 - Paulinho Nogueira - Paulo Artur Mendes Pupo Nogueira nasceu em Campinas SP em 08 de Outubro de 1929. Autor de um dos mais procurados métodos de violão existentes no Brasil, aprendeu a tocar com o pai, aos 11 anos. Na mesma época integrou o Grupo Cacique, conjunto vocal dirigido por por seu irmão Celso Mendes....

Pery Ribeiro
14/02/07 - Pery Ribeiro - Peri de Oliveira Martins, cantor e compositor, nasceu no Rio de Janeiro RJ em 27/10/1937. Filho do compositor Herivelto Martins e da cantora Dalva de Oliveira, sua inclinação musical manifestou-se cedo.Aos três anos de idade, gravava canções e vozes para as personagens dos filmes de Walt Disney (Bambi, Coelho Tambor e Anão...

Elton Medeiros
10/02/07 - Elton Medeiros - O compositor – e parceiro – Cartola costumava dizer brincando que a letra "ene" sobrava em seu nome (Angenor) e faltava no de Elton (na realidade Elto Antônio de Medeiros, nascido na cidade do Rio de Janeiro em 22 de julho de 1930). Desde muito cedo a música teve influência em sua vida, pois seu ...

Taiguara
10/02/07 - Taiguara - Neto de maestro e filho do bandoneonista Ubirajara Silva, Taiguara Chalar da Silva (1945- 1996) nasceu em Montevidéu, no Uruguai e a partir dos 4 anos radicou-se no Rio. Mas começou a carreira nos shows do colégio Mackenzie e no teatro de Arena, ambos em São Paulo (onde também debutava Chico Buarque, da vizinha...

Sá e Guarabira
01/02/07 - Sá e Guarabira - Carioca de Vila Isabel, Luís Carlos (Pereira de) Sá (1945) emergiu na era da bossa nova, em meados dos 60 e foi gravado por Pery Ribeiro (Escadas do Bonfim, Giramundo) e Nara Leão (Menina de Hiroshima, com Chico de Assis). Classificou Inaiá entre as finalistas do I FIC e no ano seguinte, 1967, atuaria ao lado do futuro ...

Mano Décio da Viola
01/02/07 - Mano Décio da Viola - Mano Décio da Viola (Décio Antônio Carlos), compositor, Juiz de Fora MG 14/7/1909—id. 18/10/1984. Baiano de Santo Amaro da Purificação, mas registrado em Juiz de Fora, foi para o Rio de Janeiro com um ano, e dos seis aos 14 anos morou no morro da Mangueira, saindo nos Carnavais no rancho Príncipe ...

Silas de Oliveira
01/02/07 - Silas de Oliveira - Silas de Oliveira (Silas de Oliveira Assunção), compositor, nasceu no Rio de Janeiro RJ em 4/10/1916 e faleceu em 20/5/1972. Nasceu no subúrbio de Madureira, e o pai, José Mário de Assunção, pastor protestante, proibia-o de participar de rodas de samba, o que passou a fazer escondido da família. O primeiro samba que compôs ...

Elton Medeiros

O compositor – e parceiro – Cartola costumava dizer brincando que a letra "ene" sobrava em seu nome (Angenor) e faltava no de Elton (na realidade Elto Antônio de Medeiros, nascido na cidade do Rio de Janeiro em 22 de julho de 1930).

Desde muito cedo a música teve influência em sua vida, pois seu pai era muito ligado aos ranchos e seu irmão Aquiles, compositor, o encaminhou na carreira de criador musical. Aliás, é saborosa a história que Elton conta no programa, como fez seu primeiro samba aos oito anos e seu irmão lhe explicou como era a estrutura de uma composição.

Nascido no bairro da Glória, logo se mudou para o subúrbio carioca, onde iniciou seus estudos e paralelamente o gosto musical. Fez parte de banda, tocando bombardino e saxofone. Posteriormente passou para o trombone, com o qual se destacou tocando nas gafieiras, tão em voga na época. Mas seu forte mesmo eram os instrumentos de ritmo, tornando-se talvez o mais exímio executante de caixa-de-fósforos que se conhece.

Na gravação de um programa para a TV Cultura, em que se apresentaria como cantor, instado pelo produtor Fernando Faro a fazer ritmo, improvisou um instrumento de percussão com uma lata de tinta vazia, abandonada em um canto do estúdio e ninguém percebeu a "invenção".

Como compositor é tido como um dos melhores representantes da escola melodista de Cartola, de quem foi parceiro e com quem criou sambas notáveis. Já era bastante conhecido entre os sambistas quando estreou profissionalmente no musical Rosa de Ouro, criado e produzido pelo poeta-compositor Hermínio Bello de Carvalho.

O espetáculo, que ficou quase um ano em cartaz no Teatro Jovem, no Rio de Janeiro – e andou pelo Brasil –, resgatou a cantora Araci Cortes e lançou nomes como os de Elton, Clementina de Jesus e Paulinho da Viola. Sem mencionar as presenças notáveis do mangueirense Nelson Sargento, do portelense Jair do Cavaquinho e do salgueirense Nescarzinho, o Anescar, criador do antológico samba-enredo Chica da Silva.

Modestamente Elton se diz "parceiro dos famosos" (Cartola, Paulinho da Viola, Hermínio Bello, Zé Keti, Paulo César Pinheiro, Ana Terra, Cacaso, Otávio de Moraes, Joacyr Santana, Regina Werneck, entre outros), quando na realidade são os tais "famosos" que não prescindem de seu grande talento, principalmente Paulinho da Viola, desde sempre seu mais habitual parceiro.

Internacional – já se apresentou na África, em Portugal, na Suécia –, seu samba nunca deixou de ter o acentuado sabor carioca, que é sua marca tradicional, além da beleza das melodias (e muitas vezes das letras). É o principal fator de uma apresentação que faz parte da história da música popular brasileira.

Seu samba-enredo – feito em 1954 para sua Escola de Samba Aprendizes de Lucas –, o Exaltação a São Paulo, foi apresentado pelo cantor Jorge Goulart no programa Um Milhão de Melodias, na Rádio Nacional do Rio de Janeiro. Arranjo do maestro Radamés Gnattali, para violino e caixa-de-fósforos, esta naturalmente solada por ele.

Elton Medeiros é seguramente um dos mais talentosos compositores daquilo que se convencionou chamar de "música brasileira de raiz".

Arley Pereira - MPB ESPECIAL 8/1/1975

Viagem (Taiguara)

Taiguara
Taiguara
Tom: E
Intro:  (  G   Bm/F#   E4/7  ) 
E Abm/Eb    C#m                        Eb7      Bm/D
Vai    abandona a morte em vida em que hoje estás
C#4/7                       C#7       Am/C
Ao lugar onde essa angustia se desfaz
B4/7                 D7         G
E o veneno e a solidão mudam de cor
Bm/F#   E4/7
Vai indo amor
E    Abm/Eb    C#m                  Eb7           Bm/D
Vai        recupera a paz perdida e as ilusões,
C#4/7           C#7           Am/C
não espera vir a vida as tuas mãos
B4/7              D7           G
Faz em fera a flor ferida e vai lutar
Bm/F#   E4/7
Pro amor voltar
Am  Am/G                C/D                D7/9    F6/11+
Vai       faz de um corpo de mulher estrada e sol
E4/7    E7     A7                D7
Te faz aman...te    Faz meu peito errante
G4                          G    B4/7
Acreditar que amanheceu
Am  Am/G             C/D               D7/9       F6/11+
Vai       corpo inteiro mergulhar no teu amor
E7/4    E7   A7           C/D       D7
Nesse momen...to   vai ser teu momento
G4                   G     B4/7
O mundo inteiro vai ser teu, teu,  teu
E       Abm/Eb
Vai,      vai...... 

Universo do teu corpo


Universo do teu corpo (1970) - Taiguara
Introdução: G   B4 7,
     E    B/D#     Bm           E7              A     A7M
Eu desisto não existe essa manhã que eu perseguia
Am7/G D7(9) E D#m7(b5) G#7
Um lugar que me dê trégua ou me sorria
C#m7 F#7 D D7M B4 7 B7
Uma gente que não viva só prá si

E B/D# Bm E7 A A7M
Só encontro gente amarga mergulhada no passado
Am7 D7(9) E D#m7(b5) G#7
Procurando repartir seu mundo errado
C#m7 F#7 D(add9)/E
Nessa vida sem amor que eu aprendi

A7M
Por uns velhos vãos motivos
Am7 D7(9)
Somos cegos e cativos
G7M B4 7
No deserto do universo sem amor
A7M
E é por isso que eu preciso
Am7 D7(9)
De você como eu preciso
G7M B4 7 B7
Não me deixe um só minuto sem amor

E B/D# Bm E7 A A7M
Vem comigo meu pedaço de universo é no teu corpo
Am7/G D7(9) E D#m7(b5) G#7
Eu te abraço corpo imerso no teu corpo
C#m7 F#7 D D7M B4/7 B7
E em teus braços se unem em versos a canção

E B/D#
Em que eu digo
Bm E7 A A7M
que estou morto prá esse triste mundo antigo
Am7/G D7(9) G G7M
Que meu porto meu destino meu abrigo
C D7 G G7M
São teu corpo amante amigo em minhas mãos
C D7 G G7M
São teu corpo amante amigo em minhas mãos
C D7 G G7M
São teu corpo amante amigo em minhas mãos

Taiguara


Neto de maestro e filho do bandoneonista Ubirajara Silva, Taiguara Chalar da Silva (1945- 1996) nasceu em Montevidéu, no Uruguai e a partir dos 4 anos radicou-se no Rio. Mas começou a carreira nos shows do colégio Mackenzie e no teatro de Arena, ambos em São Paulo (onde também debutava Chico Buarque, da vizinha FAU) em 1964.

Engajado na ala paulistana da bossa nova, acantonada no João Sebastião Bar, de Paulo Cotrim, ele atuou ao lado do Sambalanço Trio de César Camargo Mariano e Airto Moreira e estreou em LP aos 19 anos, com arranjos de Luis Chaves, baixista do Zimbo Trio. "Senti como orquestrador que esse jovem tinha na voz um verdadeiro instrumento", elogiou Luis Eça, do Tamba Trio, na contracapa.

Mas a voz melodiosa com um vibrato metálico acabou levando a outros rumos o compositor, que estreou no balançado Samba de Copo na Mão. Depois de disputar vários festivais também com músicas alheias (Modinha, de Sérgio Bittencourt, Não se morre de mal de amor, de Reginaldo Bessa) estourou a partir de 1970 com baladas de próprio punho entre a sensualidade e a jovem rebeldia como Hoje, "Universo do teu corpo", Viagem, Geração 70, Teu sonho não acabou, Que as crianças cantem livres.

A permissividade poética em sintonia com a era do desbunde atraiu a atenção da Censura que começou a vetar em massa suas letras, o que o levou a um auto-exílio londrino. Mas a perseguição do regime não o impediu de gravar discos de alta densidade instrumental como "Imyra,Tayra, Ipy, Taiguara", em 1976 (com Hermeto Pascoal, Toninho Horta, Wagner Tiso, Jaquinho Morelembaum) e mesmo os anteriores "Taiguara, Piano e Viola" (1972) e "Carne e Osso" (1971).

Nos 80, tornou-se discípulo político do líder comunista Luis Carlos Prestes para quem compôs O Cavaleiro da Esperança. Empreendeu uma volta às origens em "Canções de amor e liberdade" (1983), misturando o bandoneon do pai à harpa paraguaia e ao chamamé fronteiriço. E no CD final, "Brasil Afri" (1994) rebuscou-se em Menino da Silva e África Mãe.

Tárik de Souza – ENSAIO 19/8/1994