quinta-feira, 20 de março de 2008

Eu trabalhei

Orlando Silva
Eu trabalhei (samba/carnaval, 1941) - Roberto Roberti e Jorge Faraj

Disco 78 rpm / Título da música: Eu trabalhei / Autoria: Faraj, Jorge (Compositor) / Roberti, Roberto (Compositor) / Orlando Silva (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1940 / Nº Álbum 34712 / Lado A / Lançamento: 1941 / Gênero musical: Samba /

Eu hoje tenho
Tudo, tudo que um homem quer
Tenho dinheiro, automóvel e uma mulher
Mas pra chegar
Até o ponto em que cheguei
Eu trabalhei, trabalhei, trabalhei


Eu hoje sou feliz
E posso aconselhar
Quem faz o que eu já fiz
Só pode melhorar
E quem diz que o trabalho
Não dá camisa a ninguém
Não tem razão
Não tem, não tem

Esmagando rosas

Francisco Alves
Esmagando rosas (bolero, 1941) - Alcir Pires Vermelho e David Nasser - Intérprete: Francisco Alves


Tu tens
No sol dos teus cabelos
A luz do velho sol nascente
Vem brincar
No azul de teu olhar
O azul-verde do mar
O fascínio dos teus lábios
Lembra a cor

Do sol lá no poente

E tens, também
Em teu porte divino
Toda nobreza romana
Mas, se tu passas por mim
Cheia de orgulho e de graça
Teus pés no chão
Parecem rosas pisar.

Chô-chô

Anjos do Inferno
Chô-chô (samba, 1941) - Antônio Almeida e Ciro de Souza

Disco 78 rpm / Título: Chô, chô... / Autoria: Almeida, Antônio (Compositor) / Souza, Ciro de (Compositor) / Anjos do Inferno (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Columbia, 26/02/1941 / Nº Álbum 55267 / Lado B / Lançamento: 04/1941 / Gênero: Samba /

Chô, chô, dique dim
Chô, chô, dique dim
Chô, chô, dique dim, chô, chô
Bate asas passarinho
Vai contar ao meu amor
Que você me viu tristonho
Quase a soluçar de dor


Vai dizer àquela ingrata
Que eu vivo na solidão
Que é enorme a saudade
Dentro do meu coração
Nossa casa abandonada
Já não tem o esplendor
Daqueles dias felizes
Em que viveu nosso amor...

Brasil moreno


Brasil moreno (samba, 1941) - Ary Barroso e Luiz Peixoto

Disco 78 rpm / Título: Brasil moreno (primeira parte) / Autoria: Barroso, Ary (Compositor) / Peixoto, Luiz (Compositor) / Cândido Botelho (Intérprete) / Fon-Fon, 1908-1951 (Acompanhante) / Orquestra (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 06/08/1941 / Álbum 12040 / Gênero: Samba /

Samba o o... samba o o...
Samba meu Brasil moreno
Ouve
Quanta harmonia
Vai no batuque no sereno
Meu Deus
Samba o o... samba o o...
Bate o teu pandeiro
Nesta canção toda de sol e luar
Brasil, grande como o céu e o mar!

Vai, vai ouvir o teu sertão
Pontear o violão
Vai ver
Como te bate o coração
Vai ver
O coqueiral todo a gingar
Vai ouvir teus pássaros cantar
À luz das madrugadas!
Oooh! Brasil, quebrando nas quebradas
Teu samba todo o mundo há de escutar!

Batuque no morro

Linda Batista
Batuque no Morro (samba, 1941) - Russo do Pandeiro e Sá Róris

Disco 78 rpm / Título da música: Batuque no morro / Autoria: Russo do Pandeiro (Compositor) / Sá Róris (Compositor) / Linda Batista, 1919-1988 (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1941 / Nº Álbum 34814 / Lado B / Gênero musical: Samba /

Gosto de ver batuque no morro
Gosto de ver batuque no morro
Ai, ai, ai
Pois o batuque é bom pra cachorro
Pois o batuque é bom pra cachorro
Ai, ai, ai
(bis)


Nego na macumba bate o bumbo
Zumba, zumba pra fazer canjerê
Ê, ê, ê
Oi, nêga quando samba requebrando com as cadeiras
Eu gosto de ver, eu gosto de ver
Eu gosto de ver, eu gosto de ver

Nego Americano dança, dança o suingue
E não sabe batucar, á, á
Á, á, á
Branco americano vai deixar a tal da conga
Ê o Francês, o "j'attendrai"
Eu tenho que ver, eu tenho que ver
Eu tenho que ver, eu tenho que ver, ê, ê....

A mulher que eu gosto

Ciro Monteiro
A mulher que eu gosto (samba, 1941) - Wilson Batista e Ciro de Souza

Disco 78 rpm / Título: A mulher que eu gosto / Autoria: Souza, Ciro de (Compositor) / Batista, Wilson, 1913-1968 (Compositor) / Ciro Monteiro (Intérprete) / Regional (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1941 / Nº Álbum 34745 / Lado A / Gênero: Samba /

Lá vem a mulher que eu gosto
De braço com meu amigo
Ai, meu Deus
Até parece castigo
É uma dupla traição
Ao meu pobre coração

Eu gosto dessa malvada
E ele é meu camarada

Há muito tempo ela sabe
Que eu lhe tenho um grande amor
Preferiu o meu amigo
Fez de mim um sofredor
Ele também é culpado
Da nossa situação
Pois sabia que ela era
Dona do meu coração