domingo, 20 de abril de 2008

Vou sambar em Madureira

Jorge Veiga
Vou sambar em Madureira (samba/carnaval, 1946) - Haroldo Lobo e Milton de Oliveira

Disco 78 rpm / Título: Vou sambar em Madureira / Autoria: Lobo, Haroldo (Compositor) / Oliveira, Milton de, 1919-1986 (Compositor) / Jorge Veiga (Intérprete) / Lacerda, Benedito (Acompanhante) / Grande Conjunto (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Continental, 1945 / Nº Álbum 15490 / Lado B / Gênero: Samba /

Se ela for sambar em Madureira
Eu também vou
Ai, ai, ai, Madalena meu amor
Topo qualquer samba
Seja ele onde for
Mas só vou se a Madalena for.

No largo de Madureira
Só não samba quem não quer
De domingo a terça-feira
Todos brincam prá xuxu
Não precisa ter dinheiro
Só precisa um pandeiro
Pra sambar em Madureira
Vem gente até de Bangu.

Promessa

Promessa (samba/carnaval, 1946) - Jaime de Carvalho (Coló)

Disco 78 rpm / Título da música: Promessa / Autoria: Carvalho, Jaime de (Compositor) / Joel de Almeida, 1913-1993 (Intérprete) / Grande Escola de Samba (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1946 / Nº Álbum 12692 / Lado A / Gênero musical: Samba /

Foi uma promessa que eu fiz
Ainda não pude guardar
Foi uma promessa que eu fiz
Ainda não pude guardar

Ai, ai, meu Deus
(Ai, ai, meu Deus)
Eu já tenho a quem culpar
Foi, foi aquela mulher
Que conseguiu destruir meu lar

Ela destruiu meu lar
Aquela ingrata mulher
Ela foi culpada
Aquela mulher para mim
Não vale nada!

O que se leva dessa vida

Ciro Monteiro
O que se leva dessa vida (samba, 1946) - Pedro Caetano

Disco 78 rpm / Título da música: O que se leva dessa vida / Autoria: Caetano, Pedro (Compositor) / Ciro Monteiro (Intérprete) / Lacerda, Benedito, 1903-1958 (Acompanhante) / Regional (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Victor, 21/03/1946 / Nº Álbum 800406 / Lado B / Lançamento: Maio/1946 / Gênero musical: Samba choro /

O que se leva dessa vida
O que se come, que se bebe
Que se brinca, ai, ai
O que se leva dessa vida
O que se come, que se bebe
Que se brinca, ai, ai

Ai, como sofre o usurário que tem tanto
Que não sabe o que fazer
Como trafega o coitadinho
Que se mata sem ganhar nem pra comer

Eu nada tive, o que tenho nesta vida
São as ruas pra andar
Mas meu consolo é que essa gente
Que tem tudo
Pro caixão não vai levar

No boteco do José

No boteco do José (marcha/carnaval, 1946) - Wilson Batista e Augusto Garcez

Disco 78 rpm / Título da música: No boteco do José / Autoria: Garcez, Augusto (Compositor) / Batista, Wilson, 1913-1968 (Compositor) / Linda Batista, 1919-1988 (Intérprete) / Lacerda, Benedito, 1903-1958 (Acompanhante) / Regional (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Victor, 21/09/1945 / Nº Álbum 800348 / Gênero musical: Marcha /

Vamos lá
Que hoje é de graça
No boteco do José
Entra homem, entra menino
Entra velho, entra mulher
É só dizer que é vascaíno
Que ali tudo lelé


Solta foguete até de madrugada
Canta-se o fado bebendo a champanhada

Segunda-feira só abre por insistência
Quando o Vasco é campeão
Seu José vai à falência!


Vamos lá
Que hoje é de graça
No boteco do José
Entra homem, entra menino
Entra velho, entra mulher
É só dizer que é vascaíno
Que ali tudo lelé

Não me deixe sozinho

Orlando Silva
Não me deixe sozinho (fox-canção, 1946) - Roberto Martins e Ari Monteiro

Disco 78 rpm / Título da música: Não me deixe sozinho / Autoria: Monteiro, Ari (Compositor) / Martins, Roberto (Compositor) / Orlando Silva (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1946 / Nº Álbum 12720 / Lado A / Lançamento:1946 / Gênero musical: Fox /

Não me deixe sozinho
Senão fracassarei
Se chegar esse dia
Ai, meu Deus, eu não sei!

É você quem aplaude
E chora a minha derrota
Eu não sou nenhum santo
E você, no entanto
É a minha devota

Não me deixe sozinho
Senão fracassarei...

Geremoabo

Joubert de Carvalho
Geremoabo (canção, 1946) - Joubert de Carvalho


Disco 78 rpm / Título: Geremoabo / Autoria: Carvalho, Joubert de (Compositor) / Gaó (Intérprete) / Gilberto Milfont (Intérprete) / Orquestra de Concerto (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Victor, 22/05/1946 / Nº Álbum 800434 / Lado A / Gênero: Canção /

Vem rompendo a madrugada
Chico Gato destemido
Faz o cerco na calada
Procurando o boi valente
Foi chamado o corredor
Pra uma luta frente a frente

Chico Gato nesse dia
Prometeu a Ana Maria

No mais pura comovente
Sem temer nem mesmo a morte
De trazer pegado à unha
Esse boi alice e forte

Geremoabo
Que tem o rio Irapiranga
Pra molhar a terra seca do lugar
Geremoabo, jura eleitor
É a minha terra
É o meu amor!

Geremoabo
Que tem Maria
Pra um caboclo apaixonar
Por causa dela se matar
Geremoabo, jura eleitor
Aí deixei
O meu amor!

E tomada a posição
Chico Gato espera a hora
Pra arrancada estonteante
Eis que o boi que vive alerta
Rompe o cerco num instante
Pra escapar da pega certa

Desde aí Geremoabo
Conta a história desse boi
Corredor de triste sorte
Que no abismo se jogou
Não foi preso
Teve a morte que o vaqueiro acompanhou...

Geremoabo, que tem o rio....

Espanhola

Nelson Gonçalves
Espanhola (marcha/carnaval, 1946) - Benedito Lacerda e Haroldo Lobo

Disco 78 rpm / Título: Espanhola / Autoria: Lacerda, Benedito, 1903-1958 (Compositor) / Lobo, Haroldo (Compositor) / Nelson Gonçalves, 1919-1998 (Intérprete) / Orquestra (Acompanhante) / Victor, 22/11/1945 / Álbum 800378 / Lado A / Lançamento: 02/1946 / Gênero: Marcha /

Espanhola
Eu quero, quero, quero
Ver você sambar
Joga fora a castanhola
Que eu te dou um pandeiro
Pra brincar.

Não sou toureiro
Não pego touro à unha
Não fui à Catalunha
Mas já vi você dançar
Espanhola você dança muito bem
Mas eu quero, quero
Quero ver você sambar.