quinta-feira, 30 de outubro de 2008

BR-3

Tony Tornado

BR-3 (1970)- Antônio Adolfo e Tibério Gaspar

A gente corre na BR-3...
A gente morre na BR-3...


Há um foguete
Rasgando o céu, cruzando o espaço
E um Jesus Cristo feito em aço
Crucificado outra vez


E a gente corre na BR-3...
E agente morre na BR-3...


Há um sonho
Viagem multicolorida
Às vezes ponto de partida
E às vezes porto de um talvez


E a gente corre na BR-3...
E a gente morre na BR-3...

Há um crime
No longo asfalto dessa estrada
E uma notícia fabricada
Pro novo herói de cada mês