segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Sucedeu assim

Tom Jobim
Sucedeu assim (samba-canção, 1957) - Tom Jobim e Marino Pinto - Interpretação: Vanja Orico



Assim,
Começou assim
Uma coisa sem graça
Coisa boba que passa
Que ninguém percebeu

Assim,
Depois ficou assim
Quiz fazer um carinho,
Receber um carinho,
E você percebeu

Fez-se uma pausa no tempo
Cessou todo meu pensamento
E como acontece uma flor
Também acontece o amor

Assim,
Sucedeu assim,
E foi tão de repente
Que a cabeça da gente
Virou só coração
Não poderia supor
Que o amor nos pudesse prender,
Abriu-se em meu peito um vulcão
E nasceu a paixão

Porque brilham os teus olhos

Francisco Carlos
Porque brilham os teus olhos (bolero, 1957) - Fernando César - Intérprete: Francisco Carlos


Passo o tempo a meditar
Ansioso por saber
Quantos peixes tem o mar
Se a luz do teu olhar
É sinal de bem querer.

Quantas velas tem o luar
Tu não sabes me dizer
Eu gostaria de saber
O que há em teu olhar.

Quantos peixes tem o mar
(meu amor)
Tu não podes me dizer
Quantas velas tem o luar
Tu jamais irá saber
E ninguém irá contar.

Mas sobre a luz, que brilha em teu olhar
Mesmo mentindo, podias responder
Meus olhos brilham sem querer
Meus olhos brilham por te amar.

Eu gostaria de saber, o que há em teu olhar
Quantos peixes tem o mar
(meu amor)
Tu não podes me dizer
Quantas velas tem o luar
Tu jamais irá saber
E ninguém irá contar.

Mas sobre a luz, que brilha em teu olhar
Mesmo mentindo, podias responder
Meus olhos brilham sem querer
Meus olhos brilham por te amar....