quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

A polêmica

Polêmica

Episódios do folclore musical brasileiro: a polêmica entre Noel Rosa e Wilson Batista.

Na época, Wilson Batista era um jovem e talentoso sambista, porém um sambista desconhecido, que sonhava com a fama e apostava que a conseguiria. Ele acabou entrando para história como um dos grandes compositores sambistas da década de 40.

Mas, naquele ano de 1934, ele ainda se apresentava em lugares obscuros do interior do Rio de Janeiro. A polêmica com Noel Rosa foi, portanto, um jeito de aparecer para o grande público.

Noel já era um sambista conhecido e, na medida que respondia aos ataques de Wilson, mais este último ficava na boca do povo. Mas ataque de sambista é feito em verso e batuque. A polêmica entre os dois foi mais um desafio.

Noel havia composto Rapaz folgado, uma crítica velada à música Lenço no pescoço, de Wilson. Ele deu o troco e fez o samba Mocinho da Vila, criação fraca na letra e na melodia, que dava alfinetadas em Noel e em seu bairro. Noel ignorou (por enquanto, Wilson 2 x Noel 1).

A segunda provocação veio melhor. Um bom samba, Conversa fiada, que satiriza Feitiço da Vila, grande sucesso de Noel. Já não dava para ignorar (Wilson 3 x Noel 2, ainda no primeiro tempo).

Noel respondeu. E a resposta foi definitiva. Ele compôs Palpite infeliz, que já nasceu obra-prima e encerrou a disputa (placar final: Noel 4 x Wilson 3, porque obra-prima vale dois gols... pelo menos na MPB).

Fonte: MPB Compositores - Noel Rosa - Ed. Globo.
Postar um comentário