sábado, 17 de abril de 2010

Lolita Rios

Lolita Rios (Judite Monteiro Coimbra), cantora e compositora, nasceu em 14/1/1922 na cidade de Recife, PE. Transferiu-se para o Rio de Janeiro, com sua família, em 1927.

Estudou canto, desde os 17 anos, com Alda Pereira Pinto.

Em 1948, iniciou sua carreira, cantando no rádio. Participou de programas na Rádio Nacional e na Rádio Tupi, do Rio de Janeiro. Nessa época, integrou, como crooner, a orquestra do maestro Fon-Fon, com a qual excursionou pela Europa e Oriente Médio.

Gravou seu primeiro disco em 1953, na Copacabana, com os sambas-canção Vinte e sete de setembro, de Ari Monteiro e Irani de Oliveira e Juntinho de você, de Ari Monteiro e Raul Marques. No mesmo ano, lançou pela Todamérica o Baião do paxá e o samba Creio em São Paulo, da dupla Ari Monteiro e Irani de Oliveira.

Em 1954, gravou os sambas Estou com São Jorge, de Ari Monteiro e Irani de Oliveira e "Depois das dez, de Ari Monteiro e Valter Tourinho. Nesse mesmo ano, voltou a gravar na Copacabana lançando em dueto com Hélio Chaves os sambas De braços abertos, de Roberto Martins e Ari Monteiro e Não é covardia, e Raul Marques e Ari Monteiro.

No mesmo ano, gravou a valsa O disco da páscoa, de Ari Monteiro e Irani de Oliveira e o samba-canção Um de nós dois, de Ari Monteiro, Arnaldo Moreira de Castro e Anselmo Peixoto. Em seguida, gravou mais duas composições da dupla Irani de Oliveira e Ari Monteiro: o Baião do Mikado e a Valsa do marinheiro.

Em 1955, gravou na RCA Victor o baião Zabelelê, de Ari Monteiro e Tito Neto e o samba Bolha de sabão, de Ari Monteiro e Valter tourinho. No mesmo ano, gravou o bolero Lua verde, de Valter Gomes, S. Sagnini e Osvaldo Santiago, os sambas-canção Sou eu, de Valdir Machado e Rubens Machado e Maledicência, de Anselmo Peixoto, Ari Monteiro e Arnaldo Moreira e o fox Toda semana, de Ari Monteiro e Ari Rebelo.

Trabalhou, ainda, para a TV e nas boates cariocas Night and Day, Casablanca, Drink e Arpège. Fez também várias excusões à Argentina e compôs Marcha do toureiro, em 1974.
Fonte: Dicionário Cravo Albin da MPB
Postar um comentário