sábado, 18 de setembro de 2010

Retoço de gaita e pandeiro

Música gaúcha

Retoço de Gaita e Pandeiro
Os Mateadores
Tom: F#
Intro: F# C#7 F#
C#7
À trote me largo pro povo farejando algum reboliço
F#
Com o aroma da china nas ventas ando saudoso pra um velho feitiço
F#7 B
Me lembrei da bailanta do Antero onde chego fazendo pagode
F# C#7
O retoço é de gaita e pandeiro entra quem quer,
F#
sai aquele que pode
Bis
Int.
C#7
Escuto de longe um pandeirito num tranco faceiro já conhecido

Calculo a distância que falta pro rancho
F# B C#7 F#
no toque da gaita que chega ao ouvido
F#7
Sofreno o picasso, apeio e maneio desato a cordeona,
B
e grito oh de casa
F# C#7 F#
A entrada eu pago tocando não tenho preguiça se derem uma vaza
Bis
Int.

Quem foi que inventou a saudade
C#7
que risca de espora o coração do qüera

Uma noite tocando ainda é pouco
F#
pra espantar as mágoas do peito tapera
F#7 B
A chinoca não foi no surungo mas a gaita ocupou seu lugar
F#
No meu braço à trocar confidências
C#7 F#
varamos a noite até o dia clarear
Bis

Int.
C#7
Quem foi que inventou xixo bruto essa coisa louca de buena
F#
De certo que fez o pandeiro as rosetas e um par de chilenas
F#7 B
Talvez tenha feito a cordeona e pro fole pealou ventania
F# C#7 F#
Nas ilheiras o canto das aves e um berro de touro, pra baixaria

Bis
Postar um comentário