sábado, 30 de outubro de 2010

Rubens Soares

Rubens Soares, compositor, nasceu em 29/5/1911 no Rio de Janeiro, RJ, e faleceu em 13/6/1998 na mesma cidade. De 1928 a 1945 foi lutador de boxe da categoria peso médio, sagrando-se campeão várias vezes, além de membro da Polícia Especial, treinador de cavalos e treinador de boxe diplomado. Depois das lutas, reunia-se no bar com os amigos, compondo sambas de Carnaval. 

Em 1936, É bom parar (com Noel Rosa), um de seus maiores sucessos, foi gravada por Francisco Alves, na Victor, ganhando o primeiro prêmio no concurso oficial de músicas carnavalescas da prefeitura do Rio de Janeiro.

No ano seguinte, o mesmo cantor lançou, pela mesma fábrica, o samba de Carnaval Lá vem ela chorando (com Demazinho), e em 1940 Solteiro é melhor (com Felisberto Silva), registrado na Columbia. 

Para o Carnaval de 1941, compôs em parceria com Sílvio Caldas a marcha Capim mimoso, gravada por este na Victor; do mesmo ano foi Poleiro de pato é no chão, samba gravado por Francisco Alves, na etiqueta Columbia. 

Em 1942 fez grande sucesso no Carnaval com a batucada Nega do cabelo duro (com David Nasser), lançado pelos Anjos do Inferno, na Columbia. No mesmo ano compôs o samba Eu quero uma mulher (com Evaldo Rui), interpretado por Francisco Alves em disco Odeon. Outro grande sucesso foi Nasci para o samba (com David Nasser), gravado por Nelson Gonçalves em 1956, na Victor. 

Obra

É bom parar (c/ Noel Rosa), samba, 1936; Nasci para o samba (c/Davi Nasser), samba, 1956; Nega do cabelo duro (c/Davi Nasser), batucada, 1942; Poleiro de pato é no chão, samba, 1941; Solteiro é melhor (c/Felisberto Silva), samba, 1940.

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha.
Postar um comentário