quarta-feira, 12 de março de 2014

Destaques para Março/2014

Tupinambá: o pioneiro da música regional
"Há vinte anos atrás a música brasileira não tinha o valor que hoje merecidamente lhe damos. Ninguém com ela se preocupava e as pessoas que se dedicavam a compor músicas com caráter típico e regional eram apontadas como objeto de ridículo. As nossas canções e os lundus que...
Heloísa Helena voltou ...
Heloísa numa foto dedicada à CARIOCA Heloísa Helena, a garota que conseguiu popularidade, interpretando foxes americanos ficou vários meses afastada do nosso “broadcasting” havendo mesmo declarado ter deixado definitivamente o rádio. Motivos particulares forçaram tal decisão...
Dois irmãos de verdade...
"Quando Mário nasceu, João já sabia andar, falar e empinar papagaios com os outros garotos da sua rua. Olhando o pequenino loiro que a família lhe apresentou como um presente vindo de Paris, João pensou: — Podia ter nascido um pouco maior. Mas daqui há algum tempo será o meu...
Nássara, o marido de Eva
No Carnaval de 1935, houve uma marcha, lançada nas vésperas, que conseguiu obter um sucesso até então nunca visto. Denominava-se: “Eva querida” e foi cantada e dançada por todos os “cordões” e “ranchos” que existem no Rio de Janeiro. O seu estribilho ainda está presente no...
Carmen e Aurora Miranda
Carmen Miranda - 1936 “Acabaram de ouvir Carmen Miranda...” — anuncia César Ladeira, na PRA-9. “Escucharán em seguida Aurora Miranda...” — diz o “speaker” da LR-3 de Buenos Aires. E são assim as irmãs Miranda: conhecidas e queridas do público, no Rio e em Buenos Aires....
Custódio Mesquita é assim...
Custódio com sua mãe - 1936 O pianista das moças — como o classificou um dia alguém que se deteve a olhar a figura bonita e a expressão sentimental de Custódio Mesquita. Ele é o homem que anda sem chapéu — talvez porque possua uma expressiva cabeça — e também porque é um...
Breves impressões sobre Zaíra Cavalcanti
"Fúria no céu do trópico e no chão do pampa - Breves impressões sobre Zaira Cavalcanti, a formosa estrela dos palcos brasileiros". "O imperativo geográfico fez desta criatura indomável um complexo sem decifração. Raras vezes, a terra tão flagrantemente vincou um temperamento...
Byafra
Byafra (Maurício Pinheiro Reis), cantor e compositor, nasceu em Niterói, RJ, em 15/10/1957. Ainda menino, foi presenteado por sua avó com uma flauta doce e uma inscrição num curso de música para aprender o instrumento. Por ser muito magro e esquelético quando pequeno, recebeu...
A história do Bando da Lua
Uma brincadeira que deu certo — A verdadeira história do Bando da Lua - Fotos: CARIOCA Abril/1936 O “Bando da Lua” é uma brincadeira de amigos de infância que deu certo. Um grupo de rapazes do mesmo bairro, com vocação para música, formou uma pequena orquestra. Colheu, na...
Quem é Gaó ...
Gaó, em 1936 - Foto da CARIOCA Nascido em Salto, SP, em 12/2/1909, aos nove anos de idade, já era pianista profissional do Cine Pavilhão, de sua cidade. Em 1920 organizou uma orquestra que acompanhava filmes de cinema mudo. Em 1923 transferiu-se para SP e, mais tarde, em...
Linda Batista, a rainha do Rádio
"Naquela tarde, sua Majestade, o rei Momo, presidindo o baile dos artistas de rádio, promovido pela Rádio Tupy, a bordo do iate "O Laranja", em que reinou o maior entusiasmo, elegeram rainha do rádio a jovem cantora Linda Baptista, que figura no medalhão acima." (texto...
Amaro Silva
Amaro Silva (Circa 1910 Pernambuco), flautista e compositor, teve sua primeira composição gravada, quando Aurora Miranda lançou seu samba Não tem rival, em 1934, na Odeon. Em 1937, teve os sambas Triste fim de um coração e Respeita a cadência gravados por Odete Amaral na...
Zilda, a rainha do samba
Aracy Côrtes, aliás Zilda Spinola “CARIOCA entrevistou várias figuras de relevo do nosso “broadcasting”. Sylvinha Meilo, Alzirinha Camargo, Olga Praguer, Christina Maristany, as Irmãs Pagãs, Marília Batista. . . e quantas mais! Ainda não havíamos, porém, entrevistado Zilda...
Prognósticos do Carnaval de 1936
Os "speakers" Afonso Scola, César Ladeira, Cristóvão de Alencar, Aurélio de Andrade, Dilo Guardia e Gastão do Rego Monteiro, avaliam as músicas carnavalescas de 1936 - Fotos: CARIOCA, 01/02/1936. “O Carnaval está se aproximando rapidamente. O carioca já está começando a se...
Aldo Taranto
Aldo Taranto (1918 São Paulo, SP), maestro, compositor e arranjador, iniciou a carreira artística como compositor no começo da década de 1930. Em 1931, seu samba Candinha, com André Filho, foi  gravado por Sílvio Caldas, e as canções Flor agreste, com João Martins, e Naquele...
Como se fazia samba em 1930
"Se quiséssemos reunir tudo o que já se tem dito e escrito acerca dos sambas e marchas carnavalescas, obteríamos material capaz de encher grossas colunas. Há, porém, algo que o público que ouve o samba no rádio ou no disco desconhece. É a resposta que se pode dar à pergunta:...
Lupe, a moreninha da praia
—— “Acabaram de ouvir Lupe em “Paris”, marcha de sua autoria”, —— anunciou o “speaker”.  Ficamos atônitos, à porta do estúdio. Como Lupe Velez estava de novo no Brasil? A nossa curiosidade durou pouco, pois a porta não tardou em se abrir para dar passagem a uma morena muito...
Lalá, Lelé, Lili...
Lili (Lycia Carvalho Costa Reis), cantora, nasceu em Niterói, RJ, mas ainda recém-nascida, seus pais se mudaram para São Paulo, Capital. Desde cedo, muito jovem ainda, ouvia rádio, cantava e tocava piano e violão. O cantor Paraguaçu a levou ao maestro Gaó, que atuava na rádio...
Lamartine e Almirante em 1936
Lamartine Babo, já prestigiado compositor de marchinhas carnavalescas até hoje cantadas, e Almirante, cantor de sambas, companheiro de Noel Rosa e Nássara, futuro apresentador de programas da rádio carioca, que fizeram época nos vindouros anos 40 - CARIOCA, de 04/01/1936.
Os sincronizadores do Carnaval Carioca
O caso de Oswaldo Santiago é único no gênero. Ainda não tinha aparecido, no Brasil, um poeta, jornalista e escritor que se tivesse tornado um compositor vitorioso de músicas populares.  Pois foi o que ele fez. Depois de haver firmado um indiscutível renome literário com...
Agripina para os fãs de 1935 ...
Agripina (Agripina Duarte da Fonseca, conforme o Dicionário da MPB, ou Agrippina de Jorge Maia, segundo a revista "Carioca", de janeiro de 1936), cantora, nasceu em Dois Córregos, SP, em 07/11/1918, e faleceu em São Paulo, SP, em 13/08/1979. Iniciou a carreira artística...
Postar um comentário