sexta-feira, 9 de maio de 2014

Destaques para Maio/2014


Pinheirinho, o humorista de cinco instrumentos
Pinheirinho conseguiu dar uma feição diferente a cada instrumento que lhe cai às mãos: ensaia com violão acordes boêmios, ensina ao cavaquinho novas modalidades de som, faz o banjo ficar muito alegre, empresta ao violão-tenor uma outra voz e consegue com o "tryolin"...
 
Pereira Filho para os fãs do rádio
João Pereira Filho nasceu a 22 de setembro de 1914, no Distrito Federal. Seu pai, o professor João Pereira, um dos grandes artistas do violão, desde cedo ensinou a João a arte na qual ele hoje é um dos melhores do Rio. Pereira Filho há muitos anos figura nas nossas estações...
 
A Rádio Nacional e seus "estrangeiros"
Apenas metade da equipe de cantores do primitivo "cast", ou elenco, da Rádio Nacional na década de 1930, era constituído de intérpretes da nossa música. O repertório "de fora" ficava a cargo de Rose Lee, Ben Whight e Bob Lazy, na música americana; os tangos contavam com Mauro...
 
Erik Cerqueira veio da Bahia
Aqui um artigo sobre um grande locutor — ou "speaker", como eram conhecidos na década de 30 do século passado — que animavam programas musicais daquela nossa jovem MPB ou de "sports", enviando pelas ondas dos rádios dessa época, mensagens aos radio-ouvintes. Nosso país,...
 
Jorge Fernandes para os fãs do rádio
"Jorge Fernandes é um dos veteranos do rádio carioca. Intérprete e dos melhores das nossas músicas folclóricas, desde as canções de Hekel Tavares às de Joubert de Carvalho, desde os frevos do Norte às canções nostálgicas do Sul. Jorge Fernandes já atuou em quase todas as...
 
Neide Martins, uma intérprete nova
Neide Martins - 2/1/1937 “Quando uma menina consegue da própria voz um motivo de diversão com o qual passa a se distrair, não precisa modificar a expressão verdadeira do olhar ou do sorriso ... Neide Martins, por exemplo, uma garota bonita e suave de dezesseis anos,...
 
Déo, a baiana que nasceu em São Paulo
"No tabuleiro da baiana tem ..." E Déo Maia "abafou a banca". Era professora pública em São Paulo e São Bernardo. No bairro industrial, ela ia ensinando aos pequeninos pobres, com voz macia, o sentido das letras e das figurinhas. E também as contas de dois e dois, quatro;...
 
Déo Maia
Déo Maia em 1936 Déo Maia, cantora, compositora, atriz e vedete do teatro de revistas, nasceu em São Paulo-SP (provavelmente em 1915) e, por volta de 1935, foi descoberta nessa capital pelo produtor Jardel Jércolis que a levou para o Rio de Janeiro. Em 1936, atuou na revista...
 
Linda Batista para os fãs do rádio
"Nem sempre os nomes correspondem as pessoas. Deve haver muito Gentil grosseiro e neurastênico, muito Pacífico belicoso, muito Leão covarde, muita Bela feia. No caso de Linda Batista, porém, o nome não contradiz a pessoa: ainda de ser como de nome, inspira-nos um plágio ao...
 
Grupo X na Rádio Nacional
"De São Paulo para o Rio - A Sociedade Rádio Nacional, renovando o seu quadro artístico, com a apresentação de novos elementos, acaba de contratar o apreciado conjunto popular paulista que adotou a sugestiva denominação de "Grupo X" e cujas irradiações estão alcançando...
 
Dolly Ennor, querida e aplaudida
Dolly Ennor em Dezembro de 1936 "Dolly Ennor não se lembra perfeitamente, até hoje, quando começou a perceber que possuía uma linda voz. Ouvindo, em menina, os agudos das prima-donas célebres, Dolly achava muita graça e procurava imitá-las, fazendo o maior barulho...
 
Ismênia dos Santos para os fãs do rádio
Ismênia dos Santos, neta da famosa atriz de teatro de revista de mesmo nome, nasceu na cidade de Campos, no Estado do Rio, no dia 19 de março de 1910. Representou, pela primeira vez, numa revista no Teatro Municipal de Niterói, na peça de Quaresma Júnior "Raio de Sol". Fez...
 
O samba e suas intérpretes
Carmen Miranda - 1936 Por que o samba é diferente na voz de cada uma de suas intérpretes?  O samba é um ritmo vitorioso. Nascido das primeiras expansões de um povo triste, conseguiu evoluir, vivendo hoje dentro do sorriso feliz de toada a gente. Música que se modifica...
 
Aurora Miranda para os fãs do rádio
Aurora Miranda apareceu como satélite de Carmen Miranda e encorajada por Francisco Alves, que a lançou em músicas de São João, em discos, no rádio e no palco do Recreio, onde interpretou com sucesso uma das músicas premiadas no primeiro concurso de músicas de junho de "A...
 
Francisco Alves para os fãs do rádio
Francisco Alves, indiscutivelmente uma grande figura de cantor, um dos nobres mais populares do naipe masculino, do “broadcasting” carioca, nasceu a 18 de agosto de 1898, à rua da Prainha, nesta capital. Estudou as primeiras letras na Escola Tiradentes, jogou futebol em Vila...
 
Odete Amaral, expressão do samba
"Quando Odete Amaral resolveu cantar ao microfone, dirigiu-se aos estúdios da Rádio Guanabara, em 1934. Odete era nesse tempo, uma garota que possuía apenas, bom ouvido e boa voz. Cantando sambas, foi, não obstante, imediatamente contratada pela referida emissora. Havia na...
 
Pipoca, em flagrantes do Carnaval do passado
"Pipoca", o popular folião, uma figura alegre e bizarra para a época, carioca demais, dando o grito de "Carnaval" pela Rádio Nacional, quando o cantor Orlando Silva iniciou nessa emissora a irradiação das músicas carnavalescas para o Reinado de Momo de 1937. Pela fantasia,...
 
O rádio num domingo de 1936
Adhemar Casé, do "Programa Casé", o mais antigo do "broadcasting" carioca Os leitores desse artigo, podem imaginar, talvez, a tristeza da falta de uma TV para assistir à um programa dominical, com a família, pelos canais abertos ou pagos. Eu, nos abertos, desligo ou troco de...
 
Bateria! Sentido!
Luciano Perrone, o rei dos bateristas - 1936 "Quando se fala numa orquestra, imediatamente vem à tona o nome do seu diretor e o elogio ou a crítica desfavorável ao seu valor. Sobre ele, as opiniões divergem. Dele decorre o mérito da orquestra. Aos elementos que a compõem...

Nenhum comentário: