quinta-feira, 3 de agosto de 2006

Então pode ir

Vinícius de Moraes
Intro: D  E  G  D

D                           
Você me fala com toda certeza
                     E
que não tem medo de nada
                                              G    
Seu amor tá me deixando e buscando outra estrada
                                       D  D4  D
E o mundo a minha volta é só dor e solidão
Você me pede pra que eu te esqueça
                    F#m  
eu não posso fazer nada
                                         G
Solidão é companheira, quase toda madrugada
                                            A
Implorar não adianta, se não vai querer ficar
            D
Então pode ir
                                    E
Mas vai na certeza que vai de uma vez
                                     G
Esquece essa vida, o que a gente já fez
                                      D
Que o meu coração vai levando com jeito
                        
Então pode ir
                                 E
Mas vai na certeza que fica uma dor
                                   G
Que fica a saudade e o resto de amor
               A                      D
Virando a cabeça e rasgando o meu peito

[D A G] x2
    Bm                                               F#m
Acontece que agora é diferente e eu não posso fazer nada
                                         G
Solidão é companheira, quase toda madrugada
                                            A
Implorar não adianta, se não vai querer ficar
            D
Então pode ir
                                    E
Mas vai na certeza que vai de uma vez
                                     G
Esquece essa vida, o que a gente já fez
                                      D
Que o meu coração vai levando com jeito
                        
Então pode ir
                                 E
Mas vai na certeza que fica uma dor
                                   G
Que fica a saudade e o resto de amor
               A                      D
Virando a cabeça e rasgando o meu peito
Postar um comentário