segunda-feira, 20 de março de 2006

China

China (Otávio Liplecpon da Rocha Viana), cantor, instrumentista e compositor, nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 16/05/1888 e faleceu na mesma cidade em 27/08/1927. Irmão de Pixinguinha. Por volta de 1917 gravou, como cantor, vários discos na Phoenix, inclusive suas modinhas Amei-te tanto e A lua nova.

Foi para satirizar seus pés enormes que Sinhô, na discussão com a turma de Pixinguinha,. compôs a marcha Pé de anjo (1919). China tinha escrito nesse ano, contra Sinhô, os versos do samba Já te digo, com música de Pixinguinha.

Como cantor, pianista e violonista integrou o grupo Oito Batutas, que se apresentava na sala de espera do Cinema Palais, na Avenida Rio Branco, no Rio de Janeiro. Excursionou com o grupo à França, em 1922, e à Argentina, em 1923.

Obra

Ai, madama, samba carnavalesco, s.d.; Broadway (com Pixinguinha), fox-trot, s.d.; O cachorro da mulata (com Duque), samba, s.d.; Cadê ele (com Donga), embolada, s.d.; Caxuxa, samba, s.d.; Herança de caboclo (com Pixinguinha), samba, s.d.; Já te digo (com Pixinguinha), samba, 1919; Meu passarinho, samba, s.d.; Pulo de gato, samba, s.d.; Que nega é essa (com Lezute), samba, s.d.; Sai, Exu (com Donga), jongo, s.d.; Trancinha, marcha, s.d.; Você me acaba (com Mirandela e Donga), samba, s.d.; Viva a reação, samba, s.d.

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Editora Art
Postar um comentário