sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Louvação


Louvação (canção, 1966) - Gilberto Gil e Torquato Neto - Interpretação: Elis Regina e Jair Rodrigues

LP/CD Dois Na Bossa Número 2 - Elis Regina e Jair Rodrigues / Título da música: Louvação / Gilberto Gil (Compositor) / Torquato Neto (Compositor) / Elis Regina (Intérprete) / Jair Rodrigues (Intérprete) / Luis Loy Quinteto (Acomp.) / Bossa Jazz Trio (Acomp.) / Gravadora: Philips / Ano: 1966 / Álbum: P-632.792-L / Faixa 6 / Gênero musical: Canção.



Vou fazer a louvação - louvação, louvação
Do que deve ser louvado - ser louvado, ser louvado
Meu povo, preste atenção - atenção, atenção
Repare se estou errado
Louvando o que bem merece
Deixo o que é ruim de lado

E louvo, pra começar
Da vida o que é bem maior
Louvo a esperança da gente
Na vida, pra ser melhor
Quem espera sempre alcança
Três vezes salve a esperança!

Louvo quem espera sabendo
Que pra melhor esperar
Procede bem quem não pára
De sempre mais trabalhar
Que só espera sentado
Quem se acha conformado

Vou fazendo a louvação - louvação, louvação
Do que deve ser louvado - ser louvado, ser louvado
Quem 'tiver me escutando - atenção, atenção
Que me escute com cuidado
Louvando o que bem merece
Deixo o que é ruim de lado

Louvo agora e louvo sempre
O que grande sempre é
Louvo a força do homem
E a beleza da mulher
Louvo a paz pra haver na terra
Louvo o amor que espanta a guerra

Louvo a amizade do amigo
Que comigo há de morrer
Louvo a vida merecida
De quem morre pra viver
Louvo a luta repetida
Da vida pra não morrer

Vou fazendo a louvação - louvação, louvação
Do que deve ser louvado - ser louvado, ser louvado
De todos peço atenção - atenção, atenção
Falo de peito lavado
Louvando o que bem merece
Deixo o que é ruim de lado

Louvo a casa onde se mora
De junto da companheira
Louvo o jardim que se planta
Pra ver crescer a roseira
Louvo a canção que se canta
Pra chamar a primavera

Louvo quem canta e não canta
Porque não sabe cantar
Mas que cantará na certa
Quando enfim se apresentar
O dia certo e preciso
De toda a gente cantar

E assim fiz a louvação - louvação, louvação
Do que vi pra ser louvado - ser louvado, ser louvado
Se me ouviram com atenção - atenção, atenção
Saberão se estive errado
Louvando o que bem merece
Deixando o ruim de lado

Guarânia da saudade


Guarânia da saudade (guarânia, 1966) - Luís Vieira - Interpretação: Carlos José

LP Inesquecível / Título da música: Guarânia da Saudade / Luiz Vieira (Compositor) / Carlos José (Intérprete) / Gravadora: CBS / Ano: 1965 / Álbum: 37414 / Lado B / Faixa 3 / Gênero musical: Guarânia.


Tom: A  

Intro: A  E  D  A  E  D

 A                     E          A
Esta saudade que é de ti me alucina
       D                         A
Me desespera esta saudade me tortura
      E                D          A
Silenciosa a ausência tua me ensina
                        E                A
A ler no livro desta solidão minha amargura
                          E          A
Quero que voltes como voltas a primavera
              D
E nos teus olhos tragas todos os encantos
          A
Que são teus
            E                               A
Quando voltares, não digas nada, e vai entrando
                             E
Que te esperando estarão também
                  A A7
Todos os beijos meus

                   D                  A
Mas não demores muito, não demores nada
             E                A
Venhas ligeirinho, sejas camarada

Eu te agradeço


Eu te agradeço (canção, 1966) - Sílvio César - Interpretação: Altemar Dutra

LP Eu Te Agradeço / Título da música: Eu te agradeço / Sílvio César (Compositor) / Altemar Dutra (Intérprete) / Gravadora: Odeon / Ano: 1965 / Álbum: MOFB 3446 / Lado A / Faixa 2 / Gênero musical: Canção - Bolero.



Eu te agradeço
Pelos teus olhos
Por tuas mãos
Por tudo em ti.

Eu te agradeço
Porque nascestes
Da solidão
Em que vivi.

Eu te agradeço
Por tudo enfim
Porque exististes
E és assim

E se deixares
Que eu te ame
Eu te darei, tudo de mim...

E se deixares
Que eu te ame
Eu te darei, tudo de mim...