sábado, 22 de abril de 2006

Moreninha da Praia

O costume de abolir o uso das meias, adotado pelas cariocas no início dos anos trinta, foi motivo de preocupação para os vendedores da mercadoria e de protesto de jornalistas conservadores como João Luso, Viriato Correia e Sílvia Patrícia. Em compensação, inspirou "Moreninha da Praia": "Moreninha querida / da beira da praia / que mora na areia / todo o verão / que anda sem meia / em plena avenida / varia como as ondas / o teu coração...".

Com "Moreninha da Praia" e "Trem Blindado", João de Barro colheu seus primeiros sucessos como compositor de carnaval. Essas marchinhas serviram ainda pára fixar os dois pontos que norteariam sua extensa produção carnavalesca: a exaltação da mulher e a crônica do cotidiano. Esses temas ele desenvolveria num estilo que mistura simplicidade e bom gosto com doses certas de lirismo, humor e malícia.

Moreninha da Praia (marcha/carnaval, 1933) - Braguinha (João de Barro)

Disco 78 rpm / Título da música: Moreninha da praia / Autoria: João de Barro, 1907-2006 (Compositor) / Almirante, 1908-1980 (Intérprete) / Grupo da Velha Guarda (Acompanhante) / Grupo da Guarda Velha (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1933 / Nº Álbum 33623 / Gênero: Marcha /

------------------G ------------------D7
Moreninha querida / Da beira da praia
-----------------------------------G
Que mora na areia / Todo o verão
---------B7 --------C --------Dbº----- G/D
Que anda sem meia / Em plena Avenida
-----E7------------ A7------ D7 ------G
Varia como as ondas / O teu coração

----------------------------------G7
A tua ardência é que me assombra
----------------C--------------- Dbº
Tu tens quarenta graus à sombra
--------------G/D-------- E7-------- A7
Desta maneira / Só mesmo te botando
----------D7---- G
Numa geladeira



Fonte: A Canção no Tempo - Vol. 1 - Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello - Editora 34.

Nenhum comentário: