domingo, 23 de abril de 2006

O orvalho vem caindo

Noel Rosa
Do romântico Agora é cinza ao espirituoso O orvalho vem caindo o repertório do carnaval de 34 ofereceu opções para todos os gostos. Explorando um estilo que lhe rendera o bem sucedido Com que Roupa?, Noel Rosa apresenta aqui um personagem boêmio que dorme ao relento, passa mal e canta a própria miséria de forma engraçada, parecendo não ligar para o azar.

Mas este samba curioso tem em sua história um enigma jamais esclarecido: por que razão Kid Pepe - que até tinha fama de falso compositor entrou na parceria? Entrevistado na época sobre o assunto, Noel desconversou: "Não devemos dizer. É segredo nosso".

O orvalho vem caindo (samba, 1934) - Noel Rosa e Kid Pepe

Disco 78 rpm / Título: O orvalho vem caindo / Autoria: Pepe, Kid (Compositor) / Rosa, Noel, 1910-1937 (Compositor) / Almirante, 1908-1980 (Intérprete) / Diabos do Céu (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1933 / Álbum 33734 / Lado B / Lançamento 1934 / Gênero: Samba


---------------------C7M ---Dm --------E--------------- Am ------D7
O orvalho vem caindo / --------Vai molhar o meu chapéu
-----------------------G7--------------- Gb0
E também vão sumindo / As estrelas lá no céu
C7M ---------G7------- C7M
Tenho passado tão mal / A minha cama é uma
G7 ------------C7M
folha de jornal

--------------Dm------ E -----------Am
Meu cortinado é o vasto céu de anil
--------------------D7------------- G7
E o meu despertador é o guarda civil
Que o salário ainda não viu - ESTRIBILHO

--------------Dm----- E -------Am
O meu chapéu vai de mal a pior
--------------D7 ---------------------G7
E o meu terno pertenceu a um defunto maior
Dez tostões no Belchior - ESTRIBILHO

-------------Dm----------- E------------- Am
A minha sopa não tem gosto, nem tem sal
---------------------D7 --------------------G7
Se um dia passo bem, dois e três passo mal
Isto é muito natural - ESTRIBILHO

-------------Dm-------- E --------A
A minha terra dá banana e aipim
----------------------D7------------------------ G7
Meu trabalho é achar quem descasque por mim
Vivo triste mesmo assim - ESTRIBILHO



Fontes: Instituto Moreira Salles - Acervo musical; A Canção no Tempo - Volume 1 - Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello - Editora 34.
Postar um comentário