sexta-feira, 18 de agosto de 2006

Maria Maria

Maria Maria (valsa, 1940) - Joubert de Carvalho

Eu sinto que em tua alma,
Há restos de amargura,
Um pingo d'agua brilha nos teus olhos,
É por que tu não tivestes,
Uma aventura.


O teu mal é acreditar,
Em palavras vãs de amor,
Maria Maria, não creias,
Em juras de eterno amor.

Sonho nasceste, na esperança
Sentirás o frio dos desenganos,
Maria, Maria, o mundo,
É uma felicidade,
Sonhar com ela, Maria,
Com ela, felicidade.
Postar um comentário