sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Telefone

Telefone (samba bossa, 1964), Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli
Agostinho dos Santos

Tuém tuém, ocupado pela décima vez
Tuém, telefono e não consigo falar
Tuém tuém, tô ouvindo há mais de um mês
Tuém, já começa quando eu penso em discar


Eu já estou desconfiado
Que ela deu meu telefone pra mim


Tuém tuém, e dizer que a vida inteira esperei
Tuém, que dei duro e me matei pra encontrar
Tuém tuém, toda lista quase que eu decorei
Tuém, dia e noite não parei de discar


E só vendo com que jeito
Pedia pra eu ligar


Tuém tuém, não entendo mais nada
Pra que que eu fui topar?
Trim trim, não me diga que agora atendeu
Será que eu, eu consegui agora encontrar
A moça atendeu
"Alô"
Postar um comentário