quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

A cabeça

Nadinho da Ilha

A cabeça (samba) - Paulinho de Castro

Perdi na linha do trem,
A minha cabeça decepada
E compreendi, meu amor,
Que a minha cabeça não valia nada. (bis)

Minha cabeça gritava, rolava
Meu Deus, que horror
Desesperada ela gritava
Me chame o doutor

Ao lado um corpo morria de rir
Ninguém se mete
Por q está tudo legal
Esta cabeça é que sempre foi o meu mal.(bis)
Postar um comentário