domingo, 28 de abril de 2013

Julio Iglesias


Julio Iglesias (Julio José Iglesias de La Cueva) nasceu em 23/09/1943, em Madrid, Espanha. Marcado pela voz e pelo seu detalhismo nas canções, além de grande carisma, se tornou o mais bem sucedido artista latino em todos os tempos, com números impressionantes: 250 milhões cópias vendidas, 2600 discos de ouro e de platina, quatro mil espetáculos em mais de quinhentas cidades do mundo e uma canção tocada a cada trinta segundos.


Porém, ser cantor nem sempre foi o objetivo de Iglesias. Quando jovem, o espanhol era goleiro do Real Madrid, e tinha uma carreira promissora no futebol. Aos 20 anos de idade, o sonho foi interrompido por um acidente de carro que quase deixou o futuro cantor paralítico. Enquanto se recuperava no hospital, ele começou a escrever poesia.

Uma enfermeira que sempre observava as obras de Iglesias no hospital ofereceu uma guitarra para que ele musicasse os poemas. A partir daí, e depois de muito tempo praticando, Julio começava a se apaixonar pela música.

Ele deixa o hospital em 1966 e passa um tempo estudando na Universidade de Murcia e na Inglaterra, aperfeiçoando seu inglês. Lá, ele costumava cantar em bares e conheceu a musa do seu primeiro sucesso, Gwendolyne.

O cantor se tornou conhecido depois de vencer o Festival de Benidorm, onde cantou La Vida Sigue Igual. Este episódio lhe rendeu um contrato com a Columbia Records. Ele participou de mais alguns festivais e gravou o primeiro LP, Yo Canto, em 1969. No mesmo ano, estreou também no cinema com o filme La Vida Sigue Igual.

O ano de 1971 foi marcado pelo casamento do cantor com Isabel Preysler Arrastia. O casal ficou junto durante sete anos e teve três filhos. Ainda em 71, teve a primeira música regravada em outra língua. Como Álamo el Caminho ganhou uma versão japonesa.

Logo em seguida, lançou os primeiros discos com suas músicas em outras línguas, como alemão, português, francês e italiano. No ano de 1983, o cantor conquista o primeiro dos muitos discos de platina que receberia. Este foi pelo Guinness World Book of Records, por ter vendido a maior quantidade de discos já vista nas mais variadas línguas.

Julio Iglesias recebeu uma estrela no Hollywood Walk of Fame, foi homenageado com um lugar no Passeio das Estrelas Latinas, em Miami, além de conquistar uma estrela na Holanda. No Grammy Awards de 1987, conquistou a categoria de Melhor Canção Latina pelas músicas do álbum Um Hombre Solo.

Na década de 90, Julio Iglesias se casa novamente. A noiva era a holandesa Miranda Johanna Maria Rijnsburguer, com quem o cantor vive até hoje. O casal já teve cinco filhos, sendo o mais novo nascido em 2007.

No dia 8 de Setembro de 1997, o espanhol é prestigiado com o prêmio ASCAP Pied Piper Award, cujos ganhadores são sempre artistas lendários como Frank Sinatra e Barbara Streisand. Este dia ficou oficialmente sacramentado como o “Dia de Julio Iglesias” em Miami.

Ao todo, são mais de 80 álbuns lançados, contando aqueles em línguas específicas (como português, francês e alemão). O CD lançado para todo o mundo mais recente é a coletânea Romantic Classics, que chegou às lojas em 2006, além de ser gravado em várias outras línguas.

Postar um comentário