sexta-feira, 21 de abril de 2006

Até Amanhã

João Petra de Barros
João Petra de Barros estreou como cantor no início da década de 1930, participando do Programa Casé, na Rádio Philips. Logo tornou-se conhecido no rádio como “a voz de 18 quilates”, de timbre muito parecido com o de Francisco Alves. Frequentador das rodas de Noel Rosa, Luís Barbosa e Custódio Mesquita, alcançou grande sucesso no Carnaval de 1933 com a gravação, na Odeon, do samba Até amanhã (Noel Rosa), seu disco de estreia.

Até Amanhã (samba/carnaval, 1933) - Noel Rosa

Disco 78 rpm / Título da música: Até amanhã / Autoria: Rosa, Noel, 1910-1937 (Compositor) / Barros, João Petra de, 1915-1948 (Intérprete) / Gente Boa (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1932 / Nº Álbum 10950 / Gênero musical: Samba


C7----------- F --------------- F
Até amanhã,------ se Deus quiser
--------------Bb
Se não chover,
--------------------A7
Eu volto pra te ver, ó, mulher!
------C7------------------------- Dm
De ti gosto mais que outra qualquer
-------------------E7
Não vou por gosto
---------A7 -----------Dm
O destino é quem quer

-----A7 ----------------------Dm
Adeus é pra quem deixa a vida
-----C7------------------------- F
É sempre na certa em que eu jogo
-----------D7------------------------- Gm
Três palavras vou gritar por despedida
--------------G7----------- C7
"Até amanhã, até já, até logo!"


-------A7---------------------------- Dm
O mundo é um samba em que eu danço
--------C7 -------------------F
Sem nunca sair do meu trilho
------------D7------------------------ Gm
Vou cantando o seu nome sem descanso
-----------------G7--------------- C7
Pois do meu samba tu és o estribilho
------A7---------------- Dm
Eu sei me livrar do perigo
--------C7------------------- F
No golpe de azar eu não jogo
----------D7------------------- Gm
É por isso que risonho eu te digo:
-------------G7 ------------C7
"Até amanhã, até já, até logo!"
Postar um comentário