sábado, 29 de abril de 2006

Brasil Pandeiro

Assis Valente
O samba "Brasil Pandeiro" foi composto por Assis Valente para Carmen Miranda, por ocasião da volta da cantora, após seu período inicial de atuação nos Estados Unidos. Mas Carmen não gostou da composição, que acabou sendo lançada pelos Anjos do Inferno.

De feitio diferente dos sambas ufanistas da época, "Brasil pandeiro" é, pode-se dizer, um samba-exaltação ao estilo de Assis Valente ( "Eu quero ver o Tio Sam tocar pandeiro para o mundo sambar / o Tio Sam está querendo conhecer a nossa batucada /(...)/ Brasil, esquentai vossos pandeiros / iluminai os terreiros / que nós queremos sambar-ô-ô...").

Preferido dos maiores conjuntos vocais de seu tempo, Assis Valente reviveria a tradição mesmo depois de morto, quando em 1972 "Brasil Pandeiro" faria enorme sucesso nas vozes dos Novos Baianos.

Brasil Pandeiro (samba, 1941) - Assis Valente

Disco 78 rpm / Título da música: Brasil pandeiro / Autoria: Valente, Assis (Compositor) / Anjos do Inferno (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Columbia, 1941 / Nº Álbum 55267 / Dt. lançamento: 1941 / Lado A / Gênero musical: Samba

Int.: A7 D7+ A7 D7+ 
 
D7+                  D#°       Em       A7        D7+ 
Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor 
           D7                                G7+ 
Eu fui à Penha e pedi à padroeira para me ajudar 
          A7 
Salve o Morro do Vintém, pendura a saia que eu quero ver 
                                                     D7+  A7 
Eu quero ver o Tio Sam tocar pandeiro para o mundo sambar  
      D7+         D#°      Em            A7   D7+ 
O Tio Sam está querendo conhecer a nossa batucada 
        D7                                        G7+ 
Anda dizendo que o molho da baiana melhorou seu prato 
      A7 
Vai entrar no cuscuz, acarajé e abará 
                                                D7+ 
Na Casa Branca já dançou a batucada de Ioiô e Iaiá  
    A7                         D7+        B7         Em 
Brasil, esquentai vossos pandeiros, iluminai os terreiros 
           A7       D7+  A7 D7+ 
Que nós queremos sambar  
A7                D7+              B7            Em 
Há quem cambe diferente, noutras terras, outra gente 
     A7         D7+ 
Um batuque de matar 
     A7                  D7+         B7          Em 
Batucada, reuni vossos valores, pastorinhas e cantores 
      A7                D7+                   A7 
Expressões que não tem par, oh meu Brasil, Brasil 
    A7                         D7+        B7         Em 
Brasil, esquentai vossos pandeiros, iluminai os terreiros 
           A7       D7+  A7 D7+ 
Que nós queremos sambar 



A Canção no Tempo - Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello - Vol. 1 - Editora 34
Postar um comentário