sexta-feira, 7 de abril de 2006

Sadi Cabral

Sadi Sousa Leite Cabral, letrista, nasceu em Maceió AL (10/9/1906) e faleceu em São Paulo SP (23/11/1986). Mudou-se ainda pequeno para o Rio de Janeiro RJ, onde ingressou, em 1923, na Escola Dramática Municipal, iniciando logo sua carreira teatral: primeiro na Companhia de Lucília Pérez e depois nas de Leopoldo Fróis, Abigail Maia e outras.

Em 1930 começou a trabalhar em rádio, ao lado de Casé, continuando, porém, suas atividades teatrais.

Foi um dos primeiros atores brasileiros a empregar o método do teatrólogo russo Constantin Stanislavski (1863-1938) e, em 1938, escreveu com Custódio Mesquita a opereta A bandeirante, apresentada em outubro do mesmo ano no teatro São Pedro, em Porto Alegre RS.

Dois anos depois fazia letras para as composições de Custódio Mesquita: Velho realejo (valsa, 1940), Mulher (fox-canção, 1940), O pião e Bonequinha (valsas, 1941).

Mais tarde, compôs com Davi Raw os choros Sapoti e Cachorro vagabundo e o samba Ciúmes.

Em seus 50 anos de carreira, trabalhou principalmente como ator, participando de dezenas de peças de teatro, telenovelas e filmes.

Nenhum comentário: