quinta-feira, 27 de julho de 2006

Mal nenhum

Cazuza
Tom:Em

Em
Nunca viram ninguém triste
A
Por que não me deixam em paz
C7   A
As guerras são tão tristes
Em
E não tem nada de mais
Me deixem bicho acuado
          A
Por um inimigo imaginário
   C7                 A
Correndo atrás dos carros
     Em
Como um cachorro otário
Me deixem ataque equivocado
A
Por um falso alarme
C7M                  A
Quebrando objetos inúteis
          Em
Como quem leva uma topada.
   A
Me deixem amolar e esmurrar
             C7M
A faca cega, cega da paixão
A   Em 
E dar tiros a esmo e ferir
o mesmo cego coração.
Não escondam suas crianças
A
Nem me chamem o síndico
        C7M
Nem me chamem a polícia
         A           Em
Nem me chamem o hospício, não
                   A         Am
Eu não posso causar mal nenhum
       C
A não ser a mim mesmo
       D
A não ser a mim mesmo
       Em                         A     Am
A não ser a mim mal ma ma ma ma mal mal nenhum
       C     D
a não ser a mim mesmo
Em
A não ser a mim.

Nenhum comentário: