sábado, 22 de novembro de 2008

Coitado do Abdala

César de Alencar
Coitado do Abdala (marcha/carnaval, 1954) - Haroldo Lobo e Milton de Oliveira - Interpretação: César de Alencar



Rala, rala, rala
Coitado do Abdala.

(bis)

Sobe e desce o morro
Carregando a sua mala
Chega o fim do mês
Ninguém paga o Abdala.

Pra comprar fiado
Todo o mundo quer comprar
Mas no fim do mês
Como é duro de cobrar. ( oi )
Postar um comentário