quinta-feira, 16 de abril de 2009

Sentinela

Sentinela (1969) - Milton Nascimento e Fernando Brant


Tom: C
  

Intro: (Em Em/D)

(Em Em/D)           Bm
Morte, vela, sentinela sou
          C          G/B            Am
Do corpo desse meu irmão que já se vai
        Am                      Bm
Revejo nessa hora tudo o que ocorreu
              Em
Memória não morrerá
(Em Em/D)           Bm
Vulto negro em meu rumo vem
          C         G/B           F7+
Mostrar a sua dor plantada nesse chão
                     Am             Bm
Seu rosto brilha em reza, brilha em faca e flor
           Em
Histórias vem me contar
Am                  Bm
Longe, longe, ouço essa voz
             Em
Que o tempo não vai levar
Ebm7/9                  C/D
Precisa gritar sua força ê irmão
Bb/C
Sobreviver, a morte inda não vai chegar
                       Bbm7
Se a gente na hora de unir os caminhos num só
                   Am7
Não fugir nem se desviar
Ebm7/9                 C/D
Precisa amar sua amiga ê irmão
Bb/C
E relembrar que o mundo só vai se curvar
                                    Bbm7 
Quando o amor que em seu corpo já nasceu
                                       (Em Am Cm Dm Am Cm Dm)
Liberdade buscar na mulher que você encontar
C#m7/9
Morte, vela, sentinela sou
    A7+                      F#m7
Do corpo desse meu irmão que já se foi
                              G#m7
Revejo nessa hora tudo que aprendi
  B/C#
Memória não morrerá
 F#m7               G#m7
Longe, longe, ouço essa voz
             B/C#
Que o tempo não vai levar
Postar um comentário