domingo, 3 de outubro de 2010

Na casa do Zé Bedeu

Pedro Raimundo
Na casa do Zé Bedeu (polquinha, 1947) - Pedro Raimundo

Título da música: Na casa do Zebedeu / Gênero musical: Tanguinho / Intérprete: Pedro Raimundo / Compositor: Pedro Raimundo / Gravadora Phonodisc / Nome do Álbum: Adeus Mariana / Número do Álbum 0.30-404-122 / Data de Gravação 00/1977 / Data de Lançamento 00/1977 / Lado: lado B/ / Rotações Disco 33 1/3 rpm / Estereo:



Eu vou contá pra vocês / Tudo que aconteceu
Na noite de São João / Na casa do Zé Bedeu
Pela volta das seis horas / Tava grossa a brincadeira
Zé Bedeu gritou: / -Moçada, vâmo acender a fogueira!

Nos fomos todo pra rua / Fizemo roda cantá
Quando fogueira acendeu / Todo mundo quis pulá:
Zé Bedeu foi o primeiro / A cair na brincadeira
Foi pulá de mão no bolso / Caiu dentro da fogueira!

A velha Chica Lorota / Que estava toda animada
Foi pulá caiu a saia / Ficou toda sapecada!
Quando foi as nove hora / Zé Bedeu veio avisar:
-Vamos todos pro salão / Que o baile vai começar!

Quando foi as onze hora / Zé Bedeu gritou assim:
-Vamos todos na cozinha / Tem batata e aipim
Os véio tão proibido / De comer amendoim!
Todo mundo foi comendo / Inté alta madrugada
Zé Bedeu gritou assim: / -Atenção, minha moçada
Vamos todo pro salão / Prá soltar a foguetada!

Os menino e as menina / Só por serem pequenino
Não deixaram soltá bomba / Mas soltavam foguetinho
Estas mocinha de hoje / Toda cheia de coisinha
Não quiseram soltá bomba / Pra mode soltá rodinha

O rapaz envergonhado / Só pro mode as muié
Não quiseram soltá bomba / Mas soltavam buscapé
Os velhos foram chegando / Todos de chapéu na mão
Soltaram um no meio da sala / E soltaram um bomba-rojão

A sogra do Zé Bedeu / Também se alvoroçou
Foi soltá um foguetão / Mas o marvado faió
As velha se revoltaram / Deram logo um contra-ataque
Como não tinha mais bomba / Só soltaram um trique-traque

Zé Bedeu ficou danado / Com tamanha confusão
Chegou no meio da sala / E deu um tiro de canhão
Tinha gente que anuncia lá / Que tudo isto aconteceu
Na noite de São João / Na casa do Zé Bedeu
A todos muito obrigado / Quem vai se embora sou eu...


Postar um comentário