domingo, 22 de julho de 2007

O neguinho e a senhorita

Noel Rosa de Oliveira
O “Noel” e o “Rosa” do Noel Rosa de Oliveira fazem parte de seu nome verdadeiro, não sendo, como poderia parecer, uma homenagem a Noel Rosa. Também compositor, esse outro Noel pertence ao morro do Salgueiro, onde nasceu em 15 de julho de 1920, quando o xará de Vila Isabel tinha apenas nove anos. Aliás, ali nasceu, viveu e aprendeu, pois foi o Salgueiro que lhe deu notoriedade.

Embora com um sucesso no carnaval de 49 (“Falam de Mim”), ele realmente só se projetaria fazendo para os Acadêmicos do Salgueiro sambas-enredo como “Quilombo dos Palmares” (com Nescarzinho e Valter Moreira, em 60) e “Chica da Silva” (com Nescarzinho, em 63). Esses dois sambas abriram-lhe as portas da mídia, dando-lhe oportunidade de aparecer e gravar suas músicas, entre as quais “O Neguinho e a Senhorita”, a primeira a levá-lo às paradas, cantada por Noite Ilustrada.

Uma composição ingênua, este samba descreve o romance do Neguinho com a filha da madame” (“O Neguinho gostou da filha da madame / que nós tratamos de Sinhá”), um caso de preconceito racial leve, com final feliz, pois, à revelia de madame, “senhorita foi morar lá na colina com o Neguinho que é compositor”, e até acabou se tornando “rainha da escola”.

Noel Rosa de Oliveira, que morreu em 18.3.88, emplacou novo sucesso na trilha do “Neguinho”, a batucada “Vem Chegando a Madrugada” (com Zuzuca), desta vez na voz de Jair Rodrigues (A Canção no Tempo – Vol. 2 – Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello – Editora 34).

O neguinho e a senhorita - (samba, 1965), Noel Rosa de Oliveira e Abelardo Silva - Interpretação: Noite Ilustrada

LP Caminhando / Título da música: O neguinho e a senhorita / Noel Rosa de Oliveira (Compositor) / Abelardo da Silva (Compositor) / Noite Ilustrada (Intérprete) / Gravadora: Philips / Ano: 1965 / Álbum: P-632.754-L / Lado A / Faixa 3 / Gênero musical: Samba.

E 
O Neguinho gostou da filha da Madame 
    C#7              F#m 
Que nós tratamos de sinhá  
    B7                                              
Senhorita também gostou do Neguinho                                                                    
Mas o Neguinho não tem dinheiro pra  
  E 
Gastar  
                 C#7                               
A Madame tem preconceito de cor                  
          F#m  
Não pôde evitar esse amor 
     A         B7           E       
Senhorita foi morar lá na Colina 
         F#m       B7    E           
Com o Neguinho que é compósito 
    A           B7          E       
Senhorita foi morar lá na Colina 
         F#m       B7    E           
Com o Neguinho que é compósito 
O Neguinho gostou da filha da Madame 
          C#7        F#m 
Que nós tratamos de sinhá  
    B7                                              
Senhorita também gostou do Neguinho    
                                    
Mas o Neguinho não tem dinheiro pra  
  E 
Gastar  
                C#7                                 
A Madame tem preconceito de cor                        
          F#m  
Não pôde evitar esse amor 
    A           B7          E       
Senhorita foi morar lá na Colina 
         F#m       B7    E           
Com o Neguinho que é compósito 
    A           B7          E       
Senhorita foi morar lá na Colina 
         F#m       B7    E           
Com o Neguinho que é compósito  
   F#m               B7        E     
Senhorita ficou com nome na história 
       G#              C#m      
E agora é a rainha da escola 
            A           Am              
Gostou do samba e hoje vive muito  
 E 
Bem 
     F#m          B7     E         
Ela devia nascer pobre também 
            A           Am             
Gostou do samba e hoje vive muito  
 E 
Bem 
     F#m          B7     E         
Ela devia nascer pobre também 
Postar um comentário