domingo, 3 de agosto de 2008

Pombinha mensageira

Belmonte e Amaraí

Pombinha mensageira (polca paraguaia)

Tom: D
Introdução  A7, D, A7, D
D      A7Oh pombinha mensageira leve para minha amadaA7    DEsta carta apaixonada Que chorando eu escreviD              A7 Diga pra minha querida que eu só vivo penandoA7               DE pergunto soluçando Que mal foi que cometi 
D      A7Voa depressa pombinha antes que a noite apareçaA7      DAntes que eu me enlouqueça Por favor esteja aquiD                A7Se trouxer boas notícias esta solidão eu vençoA7       DMas se não for o que penso Dei que não vou resistir 
D     A7Quando ela abrir a carta vai notar borrões e errosA7     DDiga que neste desterro Foi chorando que escreviD     A7Os borrões foram meus prantos que caíram sobre as letrasA7                 DE os erros são memórias Que por ela eu perdi 
D           A7Com certeza ela entende mesmo estando mal escritaA7        DNão contém frases bonitas Mas falei o que eu sentiD    A7Diga que estou sofrendo por viver assim ausenteA7                              DE a amo loucamente Desde quando eu a vi 
D                A7     DDia vem clareando ainda estou acordadoD             A7               DTristonho desesperado E a pombinha não vemD          A7    DSerá que ela não sabe como é triste um abandonoD              A7                   D  G A DJá perdi noites de sono Sofrendo por querer bem

Postar um comentário