sexta-feira, 31 de março de 2006

Joraci Camargo

Joraci Schafflär Camargo, teatrólogo e letrista, nasceu no Rio de Janeiro RJ em 18/10/1898 e faleceu em 11/3/1973. Começou no teatro amador em 1912, no Clube Vinte e Quatro de Maio, e mais tarde passou a escrever revistas, estreando com Me leva, meu bem, em colaboração com Pacheco Fialho.

Encerrou em 1927 sua carreira de ator, já profissional, no Teatro de Brinquedo, do Rio de Janeiro, que fundara nesse mesmo ano com Álvaro Moreira e outros. Ainda nesse ano formou-se em ciências jurídicas e comerciais e passou a escrever comédias de costumes, alcançando sucesso nacional em 1932 com Deus lhe pague.

Em seguida, escreveu letras para composições de Hekel Tavares, com quem já trabalhara no teatro de revistas, entre as quais Favela, Guacyra e Leilão.

Com Custódio Mesquita escreveu o choro Quem é?, gravado por Carmen Miranda, em 1937, na Odeon. Sua obra teatral é extensa.

Obras:

Favela (c/Hekel Tavares), 1933; Guacira (c/Hekel Tavares), 1933; Leilão (c/Hekel Tavares), 1933; Mamãe baiana (c/Xerém), toada-canção, 1964; Mulata brasileira (c/Hekel Tavares), 1944; Quem é? (c/Custódio Mesquita), choro, 1937.

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha.

Nenhum comentário: