quarta-feira, 2 de agosto de 2006

Meu pai Oxalá

Meu pai Oxalá - Toquinho e Vinícius de Moraes
A           A/Db      Co     Bm
A-to-tô abalu-yê a-to-tô ba-bá
E       Bm       E7     Am
A-to-tô abalu-yê a-to-tô ba-bá
        Bm7/-5   E7    Am  Am/G
Vem das águas   de  oxalá
Gbm7/-5  B7/-9   Em7  Gbm7/11   B7   E7
Es. . . . .  sa mágoa   que    me    dá
A7/11   A7     Dm    B7                E7
Ela parecia o dia     a romper da escuridão
Dm           G7           C7+
Linda no seu manto todo branco
F6    Gbm7/-5  E7     A7/11 A7  Dm
Em meio à pro . . .cis . . .são /  E eu que ela
G7           C7+   F6   Gbm7/-5  E7     A7+
Nem via /Ao Deus pedia amor e pro. . .te . . ção
  

Bm7           E7       A7+             Bm7
Meu pai Oxalá é o rei venha me valer / Meu pai Oxalá
E7           A7+               Bm7
É o rei venha me valer/ E o velho Omulú
E7      A7+               Bm7
A-to-tô abalua-yê /E o velho Omulú
E7        Am
a-to-tô abalua-yê  
    Bm7/-5  E7  Am   Gbm7/-5 B7 Em7  Gbm7/-5 B7   E7
Que vontade de chorar no ter...reiro de O...xa...lá
A7/11              A7     Dm7      B7
Quando eu dei com a minha ingrata que era filha
E7     Dm       G7            C7+
De inhansã/ Com sua espada cor de prata
F6    Gbm7/-5 E7    A7/11   A7
Em meio à mul . .ti . .dão
Dm          G7          C7+   F6  Gbm7/-5  E7  A7+
Cercando Xangô num balanceio cheio  de pai . . xão

Nenhum comentário: