domingo, 16 de abril de 2006

Como dois animais

A letra de “Como Dois Animais” foi usada por Alceu Valença duas vezes. A primeira foi num frevo de Zé da Flauta, um dos músicos que atuou em seu grupo anos seguidos. Gravado pela cantora Teca Calazans, que estabeleceu sua carreira na França, o frevo não fez sucesso.

Tempos depois, os versos, que celebram a realização de um romance desigual por meio de uma alegoria — tendo como personagens uma onça-pintada e um cachorro vagabundo —, reapareceriam na forma desta toada, que Alceu lançou no elepê Cavalo de pau: “Uma moça bonita / de olhar agateado / deixou em pedaços o meu coração / uma onça pintada / e seu tiro certeiro / deixou os meus nervos / de aço no chão...”

Sua interpretação sensual, mais a introdução de contrabaixo de Jorge Degas e o arranjo de Jaques Morelenbaum (combinando saxofone e violoncelo num timbre peculiar) resultaram numa sonoridade bluesy, que aproxima a obra de Alceu ao pop, sem tirar-lhe as raízes pernambucanas. Este álbum, com apenas oito faixas, alcançou vendagem superior a meio milhão de cópias, consolidando em termos nacionais a carreira de Alceu Valença (A Canção no Tempo – Vol. 2 – Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello – Editora 34).

Como Dois Animais (1982) - Alceu Valença - Interpretação: Alceu Valença

LP Cavalo De Pau / Título da música: Como Dois Animais / Alceu Valença (Compositor) / Alceu Valença (Intérprete) / Gravadora: Ariola / Ano: 1982 / Álbum: 201.647 / Lado A / Faixa 3.

E   Bm      E        D       E
Uma moça bonita de olhar agateado
  Bm         E     D      E   Bm  E  D
Deixou em pedaços meu coração
E    Bm     E           D       E
Uma onça pintada e seu tiro certeiro
 Bm             E        D       E  Bm   E   D
Deixou os meus nervos de aço no chão

E      C#m  G#m  C#m  G#m  C#m  G#m
Foi mistério e segredo e muito mais
      C#m  G#m  C#m G#m C#m  G#m
Foi divino brinquedo e muito mais
    E         D  A    E   Bm  E  D
Se amar como dois animais

E    Bm       E           D       E
Meu olhar vagabundo de cachorro vadio
  Bm        E             D       E  Bm   E   D
Olhava a pintada e ela estava no cio
E      Bm      E            D       E
Era um cão vagabundo e uma onça pintada
   Bm          E        D      E  Bm   E   D   E
Se amando na praça como os animais
Postar um comentário