segunda-feira, 8 de maio de 2006

Sassaricando

O produtor de teatro musicado, Valter Pinto, e sua estrela preferida, Virgínia Lane, pediram a Luís Antônio e Jota Júnior uma música para "Jabaculê de Penacho", uma peça que iam estrear. Era composta assim, de encomenda, "Sassaricando", marchinha destinada a princípio a animar um quadro intitulado "A Dança do Sassarico".

A realidade é que Valter adorou o tema, elegendo-o motivo da peça, que passou a se chamar "Eu Quero Sassaricar". E, do palco, o prestígio da marcha ganhou a cidade, para fazer de "Sassaricando" o maior sucesso de 52. Criou mesmo um neologismo, o verbo "sassaricar", de sentido malicioso. Por motivo de arrecadação de direitos autorais, o compositor Jota Júnior aparece na composição com o pseudônimo de Zé Mário.

Sassaricando (marcha/carnaval, 1952) - Luiz Antonio, Oldemar Magalhães e Zé Mário (Jota Júnior) - Intérprete: Virgínia Lane



(intro 3x) A E7

 A                                             E7
Sa, sassaricando / Todo mundo leva a vida no arame
                                           A E7
Sa, sassaricando a viúva, o brotinho e a madame
 A                                             E7
Sa, sassaricando / Todo mundo leva a vida no arame
                                           A E7
Sa, sassaricando a viúva, o brotinho e a madame
    Bm                A               E7
O velho na porta da Colombo / É um assombro
        A               E7            A
Sassaricando / Quem não tem seu sassarico
     E7         A          E7           A
Sassarica mesmo só / Porque sem sassaricar
    E7          A
Essa vida é um nó   /   Nó  nó  nó



A Canção no Tempo - Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello - Vol. 1 - Editora 34
Postar um comentário