quarta-feira, 8 de novembro de 2006

História triste de uma praieira

História Triste de Uma Praieira (canção-praieira, 1929) - Motivo popular - Intérprete: Stefana de Macedo

Disco 78 rpm / Título da música: História Triste de Uma Praieira / Autoria: motivo popular (Compositor) / Stefana de Macedo (Intérprete) / violões (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Columbia, 1929 / Nº Álbum: 5093 / Gênero musical: Canção.



Era o meu lindo jangadeiro
De olhos da cor verde do mar
Também como ele traiçoeiro
Mentiu-me tanto o seu olhar
Ele passava o dia inteiro
Longe nas águas a pescar
E eu intranquila, o seu veleiro
Lá no horizonte a procurar

Mas quando a tarde escurecia
Um sino ouvia a repicar
A badalar a Ave Maria
Vi uma vela sobre o mar
Era o meu lindo jangadeiro
Em seu veleiro a regressar
E à praia o seu olhar primeiro
Buscava ansioso o meu olhar
Quando ditosa eu me sentia
Passava os dias a cantar
A ver se em breve escurecia
A hora feliz do seu voltar

Mas há na vida sempre um dia
Dia de sonho se acabar
Este me veio em que não via
O seu veleiro regressar
Não mais voltou o seu veleiro
Não mais o vi por sobre o mar
O seu olhar lindo e traiçoeiro
Não buscou mais o meu olhar
Por uma tarde alvissareira
O sino ouvi a repicar
Era o meu lindo jangadeiro
Que ia com outra se casar

Um comentário:

  1. Faz tanto tempo que eu procurava esta letra! Quem quer que seja que mandou, obrigada.

    ResponderExcluir