segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Confessa meu bem

Sinhô
Confessa meu bem (samba/carnaval, 1919) - Sinhô - Intérprete: Eduardo das Neves, [1874]-1919 - Disco 78 rpm - Sinhô (Compositor) - Imprenta [S.l.]: Odeon, 1915-1921 - Nº Álbum: 121528 - Gênero: Samba



Confessa, confessa meu bem
Confessa, confessa meu bem


Fala, fala, fala meu bem
Que eu não digo nada a ninguém
Fala, fala, fala meu bem
Que eu não digo nada a ninguém

Língua malvada e ferina
Falar de nós é tua sina

Vou-me embora, vou-me embora
Desse meio de tolice
Estou cansado de viver
De tanto disse-me disse

Oh! Que gente danada
Não confesso nada
Postar um comentário