domingo, 10 de outubro de 2010

Sandra Rosa Madalena, A Cigana


Sandra Rosa Madalena, A Cigana (1978) - Roberto Livi e Miguel Cidras - Interpretação: Sidney Magal

LP Magal / Título da música: Sandra Rosa Madalena, A Cigana / Roberto Livi (Compositor) / Miguel Cidras (Compositor) / Sidney Magal (Intérprete) / Gravadora: Polydor / Ano: 1978 / Nº Álbum: 2451 112 / Lado B / Faixa 3 / Gênero musical: Canção / Balada.


D7
Quero vê-la sorrir
                  Gm  
Quero vê-la cantar
                 D7                   Gm     
Quero ver o seu corpo dançar sem parar

        Cm                       F
Ela é bonita seus cabelos muito negros
        Bb            D7           Gm
E o seu corpo faz meu corpo delirar
       Cm/A                        D7
O seu olhar desperta em mim uma vontade de 
       Gm            D7             Gm
enlouquecer de me perder de me entregar
           Cm                   F
Quando ela dança todo mundo se agita
         Bb          D7         Gm
E o povo grita o seu nome sem parar
      Cm/A                 D7
É a cigana Sandra Rosa Madalena
       Gm              D7       Gm
É a mulher com quem eu vivo a sonhar

                  D7
Quero vê-la sorrir
                  Gm
Quero vê-la cantar
                 D7                   Gm     
Quero ver o seu corpo dançar sem parar
   
          Cm                      F
Dentro de mim mantenho acesa uma chama
          Bb            D7           Gm
Que se inflama se ela está perto de mim
       Cm/A                        D7
Queria ser todas as coisas que ela gosta, Queria 
Gm             D7             Gm
ser o seu princípio e ser seu fim
           Cm                   F
Quando ela dança todo mundo se agita
         Bb          D7         Gm
E o povo grita o seu nome sem parar
      Cm/A                 D7
É a cigana Sandra Rosa Madalena
       Gm              D7       Gm
É a mulher com quem eu vivo a sonhar

                  D7
Quero vê-la sorrir
                  Gm
Quero vê-la cantar
                 D7                   Gm     
Quero ver o seu corpo dançar sem parar
Postar um comentário