sábado, 11 de março de 2006

Arquimedes de Oliveira

Arquimedes de Oliveira, compositor, nasceu supostamente no Rio de Janeiro em 1870 e faleceu na mesma cidade em 1930. Autor do tango-chula "Vem cá, mulata" (1902) com letra do poeta Bastos Tigre, foi sucesso no carnaval de 1906, aliás, sucesso duradouro, uma vez que continuou alegrando mais dois ou três carnavais, tornando-se uma das músicas mais populares da década.

O motivo por que caiu no gosto dos foliões está em seu caráter bastante animado - o que não é de se admirar tendo como um dos autores Arquimedes de Oliveira, carnavalesco adepto do Clube dos Democráticos. Quando da sua ida ao estrangeiro, houve uma versão desse tango para o francês. Assinou também o tango "Caravana miúda".

Vem cá Mulata (tango-chula, 1906) - Arquimedes de Oliveira e Bastos Tigre - Interpretação: Os Geraldos


C-------------- G7-----------------C
Vem cá, mulata / Não vou lá, não
-----------------G7---------------C
Vem cá, mulata / Não vou lá, não
----------------G7---------------C
Sou Democrata / Sou Democrata
---------------G7-----------C
Sou Democrata / De coração

-------------Am-------------E7----------------------------Am

O Democráticos, gente jovial / Somos fanáticos do carnaval
------------------------------E7-------------------------------Am
Do povo, vivas nós recolhemos / De nós cativas almas fazemos
------------------------------E7-------------------------Am
Ao povo damos sempre alegria / E batalhamos pela folia
----------------------------E7---------------------------Am
Não receamos nos sair mal / E letra damos no carnaval


Fonte: A Canção no Tempo - Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello - Editora 34
Postar um comentário