quinta-feira, 20 de abril de 2006

Drão

Drão (1982) - Gilberto Gil


C7M
Drão, 
                         Fm/C
o amor da gente é como um grão
                 Am  Am7M
Uma semente de ilusão
                      Am7/9
Tem que morrer pra germinar
Ebo               Dm7/9
Plantar n'algum lugar
              C7+/9          E7/9b/13
Ressucitar no chão nossa semeadura
Am           Gm7          C7/9b
Quem poderá fazer, aquele amor morrer
               Fm6
Nossa caminha dura
F7M     Fm6     F7M            C7M  Dm7/9
Dura caminhada, pela estrada escura

C7M                    Fm/C
Drão não pense na separação
                  Am   Am7M
Não despedace o coração
                    Am7/9 
O verdadeiro amor é vão
Ebo          Dm7/9            C7+/9
Entende-se infinito, imenso monolito
          E7/9b/13
Nossa arquitetura
Am7          Gm7           C7/9b
Quem poderá fazer, aquele amor morrer
              Fm6    F7M       Fm6
Nossa caminha dura, cama de tatame
           C7M  Dm7/9
Pela vida afora

C7M                       Fm/C
Drão os meninos são todos sãos
                      Am  Am7M
Os pecados são todos meus
                     Am7/9
Deus sabe a minha confissão
Ebo            Dm7/9
Não há o que perdoar
                     C7+/9
Por isso mesmo é que há 
                E7/9b/13
De haver mais compaixão
Am7          Gm7          C7/9b
Quem poderá fazer, aquele amor morrer
                    Fm6
Se o amor é como um grão
F7M           C7M
Morre nasce trigo
Fm7M        C7M   Dm7/9
Vive morre pão
C7M
Drão, Drão
Postar um comentário