sexta-feira, 5 de maio de 2006

Forró de Mané Vito

Luiz Gonzaga
Forró de Mané Vito (forró, 1950) - Luiz Gonzaga e Zé Dantas

Disco 78 rpm / Título da música: Forró de Mané Vito / Autoria: Gonzaga, Luiz (Compositor) / Dantas, Zé (Compositor) / Gonzaga, Luiz (Intérprete) / Acompanhamento (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: RCA Victor, 10/11/1949 / Nº Álbum 800668 / Lado B / Lançamento: Julho/1950 / Gênero musical: Não identificado /
Tom: E
  
(intro) E   A   E    B7    E

Seu delegado, por Nossa Senhora Doutor, 
eu nao matei o homem nao, so dei uns risquinhos, 
o cabra era um cabra morredor, Doutor, 
juro por Nossa Senhora

             E
Seu delegado digo a vossa senhoria
             A                     B7         E
Eu sou filho de uma familia que nao gosta de fuá

Mas trasantonte no forro de Mané Vito
                 B7                  E
Tive que fazer bonito, a razao vou lhe explicar

          A                           E
Vitola no ganza, Preá no reco-reco
          B7                                 E
Na sanfona Zé Marreco, se danaram pra tocar
           A                               E
Pra qui, pra li, pra la, dancava com Rosinha
           B7                                 E
Quando o Zeca de Saminha, me proibe de dancar

Seu delegado sem encrenca eu nao brigo
               A                     B7         E
Se ninguem buli comigo, nao sou homem pra brigar

Mas nessa festa, Seu Doutor perdi a calma
                   B7                  E
Tive que pegar nas armas pois nao gosto de apanhá

            A                           E
Pra Zeca se assombrar, mandei parar o fole
            B7                                     E
Mas o cabra nao è mole quis partir pra me pegar
             A                               E
Puxei do meu punhá, soprei no candieiro
             B7                                 E
Botei tudo pro terreiro, fiz o samba se acabar

(  E   A   E   B7  E )
Seu delegado, juro por Deus dotô, 
eu sou fi de boa familia dotô, 
eu sou um homi direito dotô ( ta conversando sujeito) 
faça isso nao dotô, faça isso nao dotô.

(repete tudo)

Ah ai dotô, visse? Fiz ou nao fiz direitinho? 
Mas juro pro sinhor hein, sou fi de boa familia, 
faça isso nao dotô.

Nenhum comentário: