sexta-feira, 12 de maio de 2006

Franqueza

Denis Brean
Espirituoso e brincalhão, o jornalista Denis Brean (Augusto Duarte Ribeiro), com atuação em vários jornais de São Paulo, seria um dos melhores compositores populares paulistas, cuja produção era gravada regularmente no Rio de Janeiro.

Ostentando em sua bagagem sucessos como "Boogie-woogie na favela" ( 1945 ), "Boogie-woogie do rato" ( 1947) e "Bahia com H" (1948), ele comporia em 1957 o samba-canção "Franqueza", que caiu como uma luva no repertório de Maysa.

Expondo de forma coloquial, sobre uma melodia abolerada, o drama de um amor desfeito ("Você passa por mim e não olha / como coisa que eu fosse ninguém"), com a personagem aceitando a rejeição do parceiro, mas, ao mesmo tempo, ressaltando a sua ingratidão ( "Seus melhores momentos na vida / em meus braços você desfrutou"), "Franqueza" parece até obra da própria Maysa, que na ocasião vivia o retumbante sucesso de sua estréia como cantora e compositora.

Franqueza (samba-canção, 1957) - Denis Brean e Oswaldo Guilherme - Intérprete: Maysa




G                   Go 
Você passa por mim e não olha
     Am                 D7 
Como coisa que fosse ninguém
       G                 Go
Com certeza você já esqueceu
            Am                  D7
Que em meus braços já chorou também
       G                   E7  
Eu não ligo, porém, ao seu modo
       Am                    Cm   
Isso é próprio de quem é infeliz
       G                     Em
Que mostrar que não sente saudade
         A7                 D7
De um passado que foi tão feliz
         Am               D7
Se eu quisesse eu podia dizer
      G                    Go   
Tudo, tudo que houve entre nós
        Am                 D7
Mas pra que destruir seu orgulho
       G                           
Se eu até já esqueci sua voz
       E7                    
De uma coisa eu tenho certeza
      Am        
Foi o tempo que me confirmou
       A7                 D7  
Seus melhores momentos na vida
         C        D7       G
Nos meus braços você desfrutou

Nenhum comentário: