sexta-feira, 11 de agosto de 2006

A mulher que ficou na taça

A mulher que ficou na taça (valsa, 1934)  - Francisco Alves e Orestes Barbosa

Disco 78 rpm / Título: A mulher que ficou na taça / Autoria: Alves, Francisco, 1898-1952 (Compositor) / Alves, Francisco (Intérprete) / Orquestra (Acompanhante) / Barbosa, Orestes (Compositor) / Imprenta [S.l.]: Rca Victor, 17/03/1937 / Álbum 801050 / Gênero: Valsa /

Fugindo da nostalgia
Vou procurar alegria
Na ilusão dos cabarés
Sinto beijos no meu rosto
E bebo por meu desgosto
Relembrando o que tu és


E quando bebendo espio
Uma taça que esvazio
Vejo uma visão qualquer
Não distingo bem o vulto
Mas deve ser do meu culto
O vulto dessa mulher...

Quanto mais ponho bebida
Mais a sombra colorida
Aparece em meu olhar
Aumentando o sofrimento
No cristal em que, sedento
Quero a paixão sufocar

E no anseio da desgraça
Encho mais a minha taça
Para afogar a visão
Quanto mais bebida eu ponho
Mais cresce a mulher no sonho
Na taça, e no coração.

Nenhum comentário: