quarta-feira, 23 de agosto de 2006

Recorda-te de mim

Catulo da Paixão
Recorda-te de Mim (modinha) - Catulo da Paixão Cearense - Interpretação de Orestes de Matos - Disco Odeon - Gênero musical: Modinha - Nº Álbum 137006 - Data lançamento 1912 - Lado único



Recorda-te de mim quando de tarde
Gloriosa a morrer na luz do dia
E nos seios da noite a serrania
Em candores de neve se ocultar
Recorda-te de mim nesse momento
As estrelas saudosas do penar

Recorda-te de mim quando alta noite
Escutares um canto de tristeza
Descantado por toda a natureza
Nos formosos harpejos do luar
Recorda-te de mim quando acordares
E sentires no peito do adolescente
Um espírito em mágoa florescente
Uma hora em teu peito a suspirar

Recorda-te de mim quando no templo
Numa prece serena, doce e fina
Sob o altar florescido de Maria
Teus segredos à Virgem confiar
Recorda-te de mim nesse momento
Para que minha dor tenha um alento
E me deixe morrer com o pensamento
De que morro feliz só por te amar

Nenhum comentário:

Postar um comentário