domingo, 5 de novembro de 2006

Mande nem que seja um telegrama

Odair José
Introdução: A  A4  A  A4  A 
 A
já faz muito tempo
Já faz mais de um ano
E7
Que você foi embora
Mas eu ainda espero
Seu amor ainda quero
A
Minha alma ainda chora
Tudo está tão triste
A7
Para mim mais nada existe
D
Penso em você o dia inteiro
A
Sentindo solidão
E7
Eu fico no portão
A
Esperando o carteiro
D             E7           C#m
Mande nem que seja um telegrama
F#m         Bm
Dizendo que me ama
E7         A   A7
E que um dia vai voltar
D          E7        C#m
Basta escrever uma palavra
F#m          Bm
Fazendo uma promessa
E7            A
Pra que eu possa lhe esperar
F#m          Bm
Fazendo uma promessa
E7            A
Pra que eu possa lhe esperar
F#m          Bm
Fazendo uma promessa
E7            A
Pra que eu possa lhe esperar.
Postar um comentário