domingo, 26 de março de 2006

Alegrias de caboclo

Sinhô
Alegrias de caboclo (canção, 1928) - Sinhô - Disco 78 rpm - Francisco Alves (Intérprete) - Simão Nacional Orquestra (Acompanhante) - Imprenta [S.l.]: Parlophon, Indefinida - Álbum 12854 - Gênero: Canção



Caboclo não tem tristeza / Ai, ai, meu bem!
São traços da natureza / Ai, ai, meu bem!

Faz da manhã poesia / Do dia uma sinfonia
Da tarde rude harmonia / Da noite rica alegria

Ai, como é bom / O luar do meu sertão!
Se escurece / Nos olhos deixa o clarão

Caboclo sabe que quer / Ai, ai, meu bem!
Também por seu bem morrer / Ai, ai, meu bem

Das folhas secas que caem / Faz a fogueira do amor
E do calor que provém / Faz sua prece de dor
Postar um comentário