segunda-feira, 8 de maio de 2006

Delicado

Waldir Azevedo
Delicado (baião, 1951) - Waldir Azevedo

Disco 78 rpm / Título da música: Delicado / Autoria: Azevedo, Valdir (Compositor) / Azevedo, Valdir (Intérprete) / Regional (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Continental, Indefinida / Nº Álbum 16314 / Lado A / Lançamento: Novembro/1950 - Dezembro/1950 / Gênero musical: Baião /

Querendo um baiãozinho / Que seja bem gostosinho 
Que seja delicadinho / Escute com atenção
Aqui está o baião / Falando ao coração

Veja / como ele é tão delicado 

Faz até pensar / No amor que ficou no passado
Eu sei / Que o mundo inteiro vai me dar razão 
Pois / Levo a consolação do tal amor
O qual alguém perdeu outrora / Que o baião vai lembrar agora
O nome sempre varia / Pra uns o nome é Maria / Glorinha, Rute ou Aurora

A todos / O nome é inesquecível 

Esta é a verdade / Embora pareça incrível 
Eu provo / E todos vivem sempre a esconder

Ouça / O que o amor pode fazer 

Faz gemer assim / Ui, ui, ui, ui, ui / Ai, ai, ai, ai, ai
Ninguém / Deve esconder muito a sua dor 
Porque / Assim mais cresce ainda o mal do amor

Fingir / Que é feliz é uma ilusão 

Só magoa o coração / Faça sempre assim
Ui, ui, ui, ui, ui / Ai, ai, ai, ai, ai / Verás que é mais gozado
E quando terminado / Virá pedir outro baião.
Postar um comentário