quinta-feira, 11 de maio de 2006

Iracema



Iracema (samba, 1956) - Adoniran Barbosa - Interpretação: Demônios da Garoa
Tom: D#  

Cm      G7                    Cm 
Iracema,  eu nunca mais eu te vi 
  Gm7/5-              C7        Fm 
Iracema, meu grande amor, foi embora 
Dm7/5- G7             Cm 
Chorei,  eu chorei de dor porque 
  D7/A   Ab7          G7       Cm     G7 
Iracema, meu grande amor foi você 
 
   Cm   G7                Cm 
Iracema,  eu sempre te dizia 
  Gm7/5-            C7        Fm 
Cuidado pra atravessar essas ruas 
     Dm7/5-      G7          Cm 
Eu falava, mas você não me escutava não 
   D7/A    Ab7        G7        Cm 
Iracema, você atravessou contramão 
 
  G7                   Cm 
E hoje ela vive lá no céu 
      G7                            Cm 
E ela vive bem juntinho do nosso senhor 
       Fm 
De lembrança guardo somente 
      Cm 
Suas meias, seus sapatos 
   D7/A  Ab7   G7          Cm 
Iracema, eu perdi o seu retrato 
 
Declamação: 
 
Iracema, faltava 20 dias pro nosso casamento, 
Que nóis ia se casá 
E você atravessô a rua São João com a Consolação 
E vem um carro, te pega e te pincha no chão 
O chofer não teve culpa, Iracema 
Atravessou contramão, paciênça...

Nenhum comentário: