sexta-feira, 23 de junho de 2006

Rancho de amor a Ilha

Cláudio Alvim Barbosa, o Zininho, ilustre poeta e personalidade florianopolitana, compôs um poema que se transformou, logo em seguida, no Hino Oficial da Cidade de Florianópolis. Estas letras que você vai ler agora, resumem a beleza desta cidade com uma natureza ímpar e povo hospitaleiro.

Rancho de amor a Ilha (marcha-rancho) - Zininho
(Hino da cidade de Florianópolis)

Em               Am   B7      Em
Um pedacinho de terra perdido no mar
Am     B7         Em 
Um pedacinho de terra belezas sem par

Am                Em
Jamais a natureza reuniu tanta beleza
Gb                B
Jamais algum poeta teve tanto pra cantar
Em         Am      B7        E
Um pedacinho de terra belezas sem par


B                 A
Ilha da moça faceira da velha rendeira
Ab        A                 E
Tradicional / Ilha da velha figueira
Gb                 B
Onde em tarde fagueira vou ler meu jornal

E             B                 A
Tua lagoa formosa / Ternura de rosa
Ab      A                    E
Poema ao luar / Cristal onde a lua vaidosa
Am   B7         Em
Sestrosa, dengosa vem se espelhar
Postar um comentário