sexta-feira, 4 de agosto de 2006

Ai, quem me dera

Tom Jobim
Intro: C#6(9)  F#6(9)  A6(9)  F#6(9)
    F#m6       B7(9)     E7M  
Ai quem me dera ser poeta pra cantar em seu louvor
F#m6             B7(9)         G#m7(11)    C#7(9-)
Belas canções, lindos poemas, doces frases de amor
F#m6       Am6          G#m7(11)       C#7(9-)
Infelizmente como eu não aprendi        o   ABC
F#m6       B7(9)      E6(9)
Eu faço sambas de ouvido pra você
  C/D            D7(9)     G7M
Depois de muitas frases lapidar, eu percebi
Gm6             C7(9)      F7M
Que as rimas que eu queria, essas rimas esqueci
F#m6        B7(9)          E7M        F#dim
E que o verbo amar não se conjuga sem você
F#m6        B7(9)       C/D...
Eu faço sambas de ouvido pra você 
 ...D7(9)  G7M  C/D  D7(9)   Bm7(11)  E7(9-)
Am6  Cm6  Bm7(11)  E7(9)
D7(9)  F7(9)  G#7(9)  C7(9-)
F#m6  B7(9)  E7M  F#m6 B7(9)  G#m7(11)  C#7(9-)
F#m6  Am6 G#m7(11) C#7(9-)
F#m6  B7(9)  E6(9)
  C/D            D7(9)      G7M
Depois de muitas frases lapidar, eu percebi
Gm6             C7(9)      F7M
Que as rimas que eu queria, essas rimas esqueci
F#m6         B7(9)         E7M        F#dim
E que o verbo amar não se conjuga sem você
F#m6
Eu faço sambas de ouvido
Am6
Eu faço sambas, eu nem sei
F#m6      B7(9)      C7M(9)  E7M
Eu faço sambas de ouvido pra você
Postar um comentário